Editorial
Aquecendo os motores

Em provas de automobilismo existe a chamada volta de apresentação ou de aquecimento, quando os pilotos checam seus equipamentos para ver se não tem nada errado na hora de acelerar para valer. A comparação pode ser feita com o governo de Ratinho Junior no Paraná. Escalado como titular após a eleição de outubro, o governador parece ter usado o primeiro semestre para aquecer os motores de sua gestão que, até pouco tempo, ainda não tinha mostrado a que veio.

Embora algumas decisões possam não agradar – normal em qualquer governo mundo afora – em geral a impressão é bastante positiva da gestão. Não há até o momento notícias de escândalos, de loucuras administrativas, de tentativa de reinventar a roda. Até o momento a gestão Ratinho Junior tem se mostrado na maior parte do tempo fiel ao discurso pregado durante a disputa eleitoral e que o levou à vitória ainda no primeiro turno.

Na última sexta-feira, quando veio a Toledo anunciar quase R$ 24 milhões de recursos liberados para os municípios da região, Ratinho Junior deu uma demonstração de força política e de que aos poucos começa a colocar em prática suas próprias ações, oferecendo ao paranaense um desenho mais claro sobre como será a figura do governador à frente do Palácio Iguaçu. Deixou claro que não fez nada antes porque simplesmente não dava. Não se escondeu atrás de desculpas esfarrapadas ou tentou enrolar. Respondeu que não havia dinheiro no bolso. Simples assim.

No campo político, entretanto, o governador desde o início entrou com o pé no fundo do acelerador. Ditou o ritmo de votações importantes na Assembleia Legislativa e tem conseguido, mesmo até agora não adotado medidas mais impactantes, controlar de maneira muito tranquila os eventuais focos de resistência. Esse é um ponto muito favorável para que a partir de agora o Governo do Estado passe a ocupar com mais frequência o noticiário com notícias positivas e que efetivamente transformem a realidade dos municípios paranaenses, em especial os menores, como aconteceu na semana passada quando dezenas de prefeitos assinaram convênios que farão muita diferença para a melhoria da qualidade de vida dos paranaenses.