Coluna do Editor
Coluna do Editor 09/10/19

Inverdades

Na sessão de segunda-feira (7), o presidente da Câmara de Toledo, vereador Antonio Zóio (PSL), usou grande parte do seu tempo para me atacar e também ao Jornal do Oeste. Disse que “pré-candidatos a vereador que tentam falar inverdades” como o que estava escrito no “Jornal do PP” disse o presidente do Legislativo ao mostrar a edição do fim de semana do Jornal do Oeste que tratava sobre o aumento das diárias no Legislativo e a possibilidade de ampliar o número de viagens das atuais duas para até quatro por ano.

 

Secretária

“O editor deste jornal tem a mulher de secretária (na Prefeitura de Toledo)”, afirmou Zóio. No caso, mais precisamente a Secretaria de Política para Mulheres.

 

Orgulho

É a mais pura verdade. Minha esposa Larissa Ribeiro da Silva é secretária da Mulher e nunca escondi isso de ninguém. Aliás, tenho o maior orgulho do trabalho desenvolvido por ela que é de uma capacidade muito acima da média e faz um trabalho muito digno, isso mesmo com um dos mais baixos orçamentos hoje dentro da Prefeitura de Toledo.

 

Diálogo

Aliás, sobre este assunto, embora não diga respeito a ninguém, muito menos ao verborrágico presidente do Legislativo, eu e minha esposa evitamos falar sobre assuntos profissionais dentro de casa, até porque isso tem nos ajudado a manter nosso casamento de maneira muito, mas muito feliz.

 

Crime?

E se minha esposa ocupar um cargo público for algum crime, o nobre vereador – assim como outro colega dele que adora tocar no assunto quando me envia mensagens por WhatsApp – tem toda prerrogativa de investigar e denunciar a quem é de direito se houver alguma irregularidade, até porque minha esposa já havia ocupado outros cargos dentro da Prefeitura de Toledo e foi uma das grandes responsáveis por organizar a Central de Especialidades há alguns anos.

 

Trabalho

Ainda sobre o assunto, a líder do Governo, vereadora Janice Salvador (PSDB), afirmou ser compreensível algumas coisas ditas no Plenário da Câmara, entretanto, sobre a questão da minha esposa ela considerou um exagero, ainda mais porque, como ela mesma disse, todos sabem dessa condição. “Larissa é uma grande secretária, é psicóloga, tem conhecimento, articulação e condições de fazer um bom trabalho e não se trata de matéria em discussão”.

 

Informação

Janice afirmou ainda – e concordo com ela - que “o Márcio Pimentel seja responsabilizado por aquilo que ele diz”, entretanto, deixou claro que o material publicado no fim de semana não tem nada de errado. O único deslize foi que a proposta não entrou em votação, “mas os valores procedem, os votos procedem, as discussões procedem. Não me parece ser ruim que a comunidade saiba dessa informações (sobre as diárias e as viagens). A comunidade tem direito. Não se trata de irregularidade ou erro. O vereador que desejar ter acesso a essas diárias, fazer os deslocamentos e participar dos cursos não há problema nenhum e é isto que está aqui (no jornal)”, afirmou a líder do Governo.

 

Público

Janice Salvador comentou ainda se tratar de recurso público e, portanto, precisa ser bem explicado seu gasto “até porque cada vereador tem o valor moral de aperfeiçoar seu mandato”.

 

A favor

Claro que Ademar Dorfschmidt (MDB) não pensa assim e disse que “alguns jornalistas acabam se equivocando, não se sabe se é por interesse partidário ou se há equívoco mesmo”. O assunto era a questão das diárias. Ademar lembrou que quem estipula é a Mesa Diretiva e na Comissão de Finanças e Orçamento apenas se discutiu a questão do deslocamento. Adiantou que votará favorável ao aumento.

 

Cachorro

Agora, numa coisa concordo com o nobre presidente da Câmara de Toledo: ninguém chuta cachorro morto!

 

Diária

Ainda sobre o valor das diárias da Câmara de Toledo, na Polícia Rodoviária Federal a diária mais alta, para ser usada em capitais onde o custo de vida é maior, atualmente está em R$ 220,00.  Viagens ao interior se paga R$ 178,00.

 

Denúncia

E por falar no presidente da Câmara, há – mais – uma denúncia contra Antonio Zóio por ato de improbidade administrativa por excesso de abuso da função pública para facilitar atendimento e prioridade – Inquérito Civil nº MPPR-0148.19.001939-5, instaurado no último dia 2 de outubro. O promotor responsável é Sandres Sponholz.

 

Prêmio

Nesta quarta-feira (9), às 19h, a jornalista Edna Nunes vai receber o prêmio pela obra “A Dor Francesa”, dentro do Concurso Edy Braun. O valor do prêmio será doado à causa dos refugiados em Toledo.

 

Atestado

A vereadora Olinda Fiorentin (PPS) segue afastada com atestado médico dos trabalhos no Legislativo. Insisto: por que não deixar esse espaço para um suplente assumir por um período?