Coluna do Editor
Coluna do Editor 10/07/19

Estacionamento

Leitor

“Coitado do cadeirante que precisar transitar nos corredores externos da Câmara de Vereadores de Toledo. Graças a um baita ***** ** ****, não vai conseguir. Aliás, a falta de respeito impera nos arredores dos poderes municipais de Toledo. É carro em cima de calçada, no meio de passeio público; e o pior, não são apenas carros oficiais e de vereadores. Vários carros particulares em locais próprios para carros oficiais, ocupando um espaço impróprio, sendo que deveria estar na rua, como os demais. Quando não há bom senso, tem que haver fiscalização. O carro da imagem é de Foz do Iguaçu, mas sempre está estacionado no mesmo lugar, em cima de uma faixa amarela, inclusive. Pelo que eu saiba, o amarelo não é uma das cores que os daltônicos confundem, ou seja, o motorista é um irresponsável e ignorante mesmo”.

 

“Pode isso Arnaldo?”

Esta mensagem acima foi enviada por um leitor que, com total razão, expõe um problema recorrente não apenas nas proximidades do Centro Cívico Tancredo Neves, mas em toda a cidade. Mais uma para a série “Pode isso Arnaldo”?

 

Escola danificada

Na intenção de conservar o patrimônio público, bem como instituir mecanismos legais com o objetivo de impedir atos de depredação nas escolas paranaenses, o deputado estadual Marcel Micheletto (PR) protocolou o Projeto de Lei 466/2019 que pretende responsabilizar os infratores e trazer para o âmbito escolar os responsáveis legais para que estes estejam cientes e participativos na reparação dos danos causados nas escolas.

 

Conscientização

“Infelizmente tornam-se cada vez mais comuns notícias sobre agressões a professores e demais profissionais de educação, além de depredação dos colégios públicos em diversos estados do país”, comenta o deputado. Diante desse quadro e buscando mais do que responsabilizar, a proposta de Micheletto tem a intensão de conscientizar alunos e pais sobre a importância do respeito ao ambiente educacional e aos profissionais que nele trabalham.

 

Despesas

Pelo projeto, diante da comprovação de danos aos colégios, ficam os pais e responsáveis pelos alunos responsáveis em arcar com as despesas ou reparação dos danos causados. Para isso caberá à direção da escola registrar Boletim de Ocorrência, elaborar um parecer do professor com fotos e orçamento dos materiais e mão de obra e notificar os responsáveis legais pelo aluno. Aos responsáveis ficará a opção de reparar os danos ou pagar a integralidade dos reparos.

 

Recesso

No dia 17 de julho inicia o recesso parlamentar na Câmara Municipal de Toledo. As sessões ordinárias retornam na primeira segunda-feira de agosto.

 

Convites

Janice Salvador (ainda no PSDB) tem recebido vários convites para mudar de partido. Um dos mais ‘tentadores’ surgiu do Democratas, que ofereceu a chance dela ser candidata a prefeito em 2020.

 

De volta

O nome do ex-vereador Rogério Massing voltou a ser tema de conversa nos bastidores da política toledana. Ou para ser candidato a vereador ou então a prefeito ou vice. O convite de ao menos um partido já está no forno.

 

Biopark

Nesta quarta-feira (10), às 7h30, na Associação Comercial de Palotina (Acipa), Paulo Victor Almeida, gerente de Processos e Projetos Prati Donaduzzi, fará uma apresentação do Projeto Biopark - Parque Científico e Tecnológico de Biociências.

 

Abusos

Relator dos processos da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal, o ministro Luiz Edson Fachin, afirmou em Curitiba que juízes também cometem atos ilícitos e que esses magistrados devem ser punidos quando isso acontece. Embora a declaração tenha ocorrido em meio às reportagens realizadas com base em vazamentos de conversas de procuradores com o então juiz Sergio Moro obtidas pelo site The Intercept Brasil, Fachin não citou o nome do atual ministro da Justiça e nem exemplos de “ilícitos” cometidos por juízes. O ministro STF participou de evento na sede do Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR).