Coluna do Editor
Coluna do Editor 10/08/19

Recursos

Na lista preliminar enviada, sobre os municípios beneficiados com recursos do Governo do Estado, não havia nem sinal de Toledo no mapa. Aí, após muita pressão de bastidores, eis que o governador Carlos Massa Ratinho Junior anuncia a liberação de R$ 2 milhões para o Terminal Rodoviário e outros R$ 4 milhões para uma escola na região do Pinheirinho. Foi durante a coletiva no Biopark na manhã de sexta-feira.

 

Acréscimos

Não é exagero afirmar que o dinheiro veio já nos acréscimos e com o árbitro já com o apito na boca para encerrar a partida.

 

Vídeo

O atual presidente da Câmara de Toledo, Antonio Zóio (PSL), é um verdadeiro blogueiro. Adora postar um vídeo nas redes sociais e na semana, ao seu melhor estilo, postou mais um criticando outro vídeo – do prefeito Lucio de Marchi e do diretor-técnico da Emdur Rodrigo Salles – sobre o atendimento na Unidade de Pronto Atendimento Dr. José Ivo Alves da Rocha, na Vila Becker.

 

Atendimento

No vídeo o prefeito elogiou o trabalho de atendimento dos profissionais de saúde na unidade.

 

Irônico

Zóio ironizou – no melhor estilo Parangolé – os comentários feitos por Rodrigo, o chamando de “novo secretário da Saúde” e dizendo que a Saúde de Toledo “está na valeta”.

 

Opinião

Quanto aos vídeos, nada contra ambos, afinal, opinião é uma questão individual e cada um tem a sua. Respeito todas!

 

No Gabinete

O que me chamou atenção é que o vídeo de Zóio foi gravado dentro do Gabinete da Presidência na Câmara Municipal, inclusive usando equipamentos públicos para promoção pessoal. Mais uma para a série: “Pode isso Arnaldo?”.

 

Terno

Outro fato: o brilho do terno do presidente, usado na sessão de segunda-feira.

 

Em todas

Apenas seis deputados federais da bancada do Paraná estiveram presentes em todas as 67 sessões plenárias da Câmara Federal durante o primeiro semestre da 56ª Legislatura. São eles Aliel Machado (PSB); Enio Verri (PT); Gustavo Fruet (PDT); Dep Hermes Frangão (MDB); Schiavinato (PP) e Sérgio Souza (MDB). “Estamos apenas cumprindo com a obrigação para a qual o povo nos elegeu. Para esse segundo semestre manterei o mesmo ritmo de trabalho para ajudar o Brasil avançar”, afirmou Schiavinato.

 

Troco Solidário

A Havan convida para a entrega do cheque simbólico da Campanha Troco Solidário em Toledo. Este ano, a rede optou por chamar a imprensa e a comunidade nos municípios em que o valor arrecadado no semestre (janeiro a junho) foi igual ou superior a R$ 30 mil, como é o caso de Toledo, onde serão repassados R$ 51 mil à Casa de Maria na próxima terça-feira (13), às 10h.

 

Comunicação

Não será fácil para a comunicação da Prefeitura de Toledo em 2020. Como se trata de ano eleitoral, o gasto em mídia leva em consideração a média dos três últimos anos que não foi aquelas coisas. Na prática vai sobrar uma ‘quirera’ para investimentos.

 

Licitação

Para piorar a situação, a licitação está paralisada no Tribunal de Contas do Estado e sem previsão de andamento.

 

Moção de Aplausos

Tenho sido – para variar – um dos únicos críticos do exagero de homenagens prestadas pelos vereadores de Toledo com as tais Moções de Aplausos. Nada contra quem recebe, mas sim pelos critérios utilizados e pela quantidade de honrarias. Já comentei sobre isso em várias oportunidades.

 

Do ‘Piru’

A mais recente tem motivado inúmeras reclamações por ser para o proprietário de um bar na Vila Pioneiro. É uma coisa do ‘Piru’! E nada a ver com os Jogos Pan-Americanos que estão sendo disputados em Lima.

 

Defesa

O vereador Edmundo Fernandes (PRB), na última sessão ordinária, foi ao Plenário defender a honraria e destacou o lado empreendedor do empresário.

 

E os outros

Recebi mensagens indignadas sobre o assunto e algumas, irônicas, evidente, questionavam porque outros empreendedores, como o folclórico Pedro Malaco ou os proprietários do Rancho do Sossego, não recebem honrarias semelhantes, afinal, quantos empregos esses estabelecimentos não geraram ao longo da história. Isso sem mencionar a questão do lazer e do bem-estar dos seus clientes...

 

Limite

Insisto: as Moções de Aplausos deveriam ser limitadas a uma por vereador por mês. E olha lá! Assim, quem sabe, a honraria não serviria para seu fim e não como um meio para fazer politicagem pura e simples!