Artigos
CR7 já está fazendo história na Itália

O atacante português já jogou na Inglaterra, Espanha e Portugal, no entanto, a sua chegada ao campeonato italiano já está trazendo grandes resultados ao nível do clube, já que CR7 procura obter mais um campeonato para a Vecchia Signora; e ao nível pessoal, está crescendo na disputa pelo título de maior goleador da competição, além de ter conquistado um lugar na equipe dos melhores de todos os tempos da UEFA.

Cristiano Ronaldo via Facebook

 

Ronaldo imparável na Itália

Mesmo no meio do primeiro campeonato disputado na Itália por Cristiano Ronaldo, a Juventus avança com um passo quase perfeito, mostrando porque valeu a pena o investimento no veterano português. Como o site da Globo Play mostrou, a apresentação do CR7 com a Juventus foi um evento simples, com uma coletiva de imprensa de apenas 30 minutos, e onde Ronaldo se mostrou muito confiante em ter chegado numa grande equipe onde ele poderia contribuir de uma maneira positiva para o coletivo dentro e fora do campo de jogo. E os resultados foram quase imediatos, pois, além de contribuir no campo de jogo, a chegada do português ao clube italiano também foi um ‘boom’ para as receitas da equipe italiana, devido ao aumento no valor das ações da Juventus dentro da Bolsa de Valores de Milão no dia da apresentação do português com a equipe Bianconeri. No entanto, o principal trabalho do CR7 no clube da Vecchia Signora é fazer gols, o que tem feito de maneira extraordinária. Isso porque, ao nível coletivo e na metade do campeonato italiano, a Juventus já é a favorita para obter seu 35º título na Betway, com 95,2% de chances até 15 de dezembro. Além disso, Ronaldo também continua a se destacar nas vitórias ao nível individual, pois está entre os primeiros candidatos ao título de Capocannoniere para o torneio de 2018-19, e a UEFA acaba de incluí-lo em seu 'time dos sonhos', como mostrado pelo site da ESPN, ao lado de quem tem sido seu eterno rival na Espanha, Lionel Messi.

 

A eterna batalha entre Ronaldo e Messi

Embora Ronaldo tenha deixado a liga espanhola para buscar o sucesso na Itália, as comparações e a competição com Messi continuam sendo uma ocorrência diária para a estrela portuguesa. O acima foi acentuado depois que o croata Luka Modric desbancou a hegemonia de Messi e Ronaldo para obter a Bola de Ouro, mostrando que o argentino talvez precisasse continuar a provar o seu valor dentro dos campos deixando sua zona de conforto no Barcelona, do mesmo modo que CR7 fez quando se juntou às fileiras da Juventus nesta temporada. Com base no exposto, e como mostrado pela Fox Sports, Cristiano Ronaldo convidou Messi para jogar no futebol italiano durante uma entrevista oferecida aos jornais italianos Gazzetta dello Sport e Corriere dello Sport, onde ele ressaltou que, se o argentino é feliz em Espanha, CR7 respeita sua decisão. De acordo com as declarações do novo atacante Bianconeri, aceitar o novo desafio em Turim levou-o para fora de sua zona de conforto e mostrou que ele ainda é um jogador incrível. No entanto, quando se referiu a Messi, o camisa 7 da Juventus mencionou que o argentino é um jogador fantástico, e que 'Gostaria que viesse a Itália', aceitando o desafio como fez o Português na atual temporada. Embora tenha havido alguns rumores e declarações que conectariam Messi com grandes clubes italianos como o Napoli ou o Inter de Milão, ainda não há negociação concreta que possa colocar o ídolo argentino nos campos de jogo italianos.

Com 33 anos de idade, Cristiano Ronaldo se estabeleceu como um dos melhores e mais representativos expoentes do futebol, depois de provar isso com uma enorme quantidade de gols e títulos nas melhores ligas da Europa. Depois de passar pelo Sporting de Portugal, Manchester United da Inglaterra e Real Madrid da Espanha, Cristiano Ronaldo afirmou sua hierarquia dentro de campo em cada um dos jogos que disputou. Atualmente CR7 busca deixar sua marca também no futebol italiano, levando a Juventus de Turim para o seu 35º título da liga, e se configurando como o Capocannoniere do campeonato, tudo isso apenas em sua primeira temporada disputada no Calcio Italiano.