Mauro Picini
Mauro Picini Turismo 03/10/19

Foz do Iguaçu quer ser o destino mais visitado por turistas estrangeiros no Brasil

A proposta foi defendida durante a 3ª Conferência Municipal de Turismo; Essa e outras sugestões estarão no plano de turismo da  próxima década

O desafio foi lançado: Foz do Iguaçu quer se tornar o destino mais visitado por turistas estrangeiros no país na próxima década. Essa foi uma das principais propostas defendidas pelos participantes durante a 3ª Conferência Municipal de Turismo, relizada no último sábado, 29, no Anfiteatro da UDC.

Estas e outras propostas irão constar no plano estratégico “Foz do Iguaçu 2030, um futuro melhor para todos”, que deverá ficar pronto até o final do ano, com metas para os próximos 10 anos. Outra ação referendada pelo mais de 100 participantes durante a conferência foi a de transformar o Aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu em Hub da América do Sul e o de maior movimento da região sul do país.

Participaram da conferência o prefeito Chico Brasileiro, o secretário de Turismo, Indústria, Comércio e Projetos Estratégicos, Gilmar Piolla, o presidente do Comtur, Carlos Silva, o presidente do Fundo Iguaçu, Enio Eidt, o presidente do Sindetur, Licério Santos, a coordenadora do curso de Turismo da Unioeste, Aurelinda Lopes, além dos representantes de entidades do setor, universitários e comunidade em geral. 

“ Quero agradecer toda a comunidade que participou das pré-conferências. Foz é uma vitrine turística do Brasil e do Paraná. Temos que pensar em um plano ousado para colocar o turismo em um patamar de maior destaque”, avaliou o prefeito Chico Brasileiro.

Piolla destacou que a propostas aprovadas servirão de base não só para o planejamento do turismo, mas também para o desenvolvimento da cidade na próxima década.

“Não há como falar em turismo sem falar em mobilidade urbana, cidade digital, reurbanização dos espaços públicos, infraestrutura de acesso, turismo cultural e gastronômico, conectividade aérea, serviços públicos de qualidade, experiência turística do visitante e preservação do meio ambiente. Pois o turismo depende de tudo isso e de outros fatores para se desenvolver”, afirmou o secretário.

 

Propostas - Antes da Conferência, foram realizadas cinco pré-conferências abertas ao público. Nestes encontros, que reuniu mais de 250 pessoas, foram apresentadas 350 propostas. Elas foram inseridas em 30 subgrupos de 15 prioridades.

Os participantes puderam votar nestas propostas elencadas dentro de três eixos (Destino Inteligente, Marketing e Marca e Desenvolvimento da Indústria, Colaboração e Parcerias) durante a Conferência Municipal.

As propostas mais votadas abordam os seguintes temas: Mobilidade Urbana, Inclusão Digital, Novo Posicionamento de Imagem e Mercado, Infraestrutura, Conectividade Aérea, Reurbanização dos Corredores Turísticos, entre outras.

 “A conferência trouxe ideias importantes para o desenvolvimento do turismo em nossa cidade. Saimos daqui hoje com o compromisso de elaborar um plano com o objetivo de garantir uma experiência incomum ao turista no Destino Iguaçu, mas também em melhorar a vida dos cidadãos de Foz”, destacou o presidente do Comtur, Carlos Silva. Fotos: Christian Rizzi

 

Alok realiza show para grande público no Blue Park

Cerca de 6 mil pessoas são esperadas no grande evento em Foz do Iguaçu

Dia 2 de novembro será uma data especial para quem gosta de festa e música. Alok, um dos DJS mais conhecidos no mundo, fará um grande show no Blue Park, em Foz do Iguaçu (PR). O mais novo parque aquático do sul do Brasil realizará eventos de grande porte em 2019, como o churrasco com o Teló no dia 21 de dezembro e a banda Melin no Réveillon.

“Alok é um artista internacionalmente reconhecido e, por isso, acreditamos ser uma atração a altura do Blue Park. Vamos lotar essa praia e nos consolidar como uma excelente opção para a realização de eventos”, explica Elvio Andrade, diretor-gerall do Blue Park.

Considerado um dos maiores nomes da música eletrônica mundial, Alok é DJ e produtor. Além de ser uma referência musical (classificado como o 13º melhor DJ do mundo pela revista DJ Mag), ele também é uma grande personalidade no Brasil, considerado pela revista Forbes uma das 91 pessoas com menos de 30 anos mais influentes do país.

O show trará os principais sucessos do DJ como Hear me Now, Favela e The Wall.

Os ingressos referentes ao primeiro lote já estão à venda com descontos especiais. Os valores serão reajustados de acordo com os lotes. Os ingressos podem ser adquiridos no site: www.blueparkfoz.com.br.

 

Serviço:

Blue Park Foz

Rua Carlos Hugo Urnau, 756 - Dona Amanda, Foz do Iguaçu - PR, 85853-000

Telefone: (45) 3521- 2060

Facebook: www.blueparkfoz.com.br

Instagram: @blueparkfoz

Site: https://www.blueparkfoz.com.br

 

Parque Nacional do Iguaçu é o cenário da 1ª Corrida do turismo de Foz do Iguaçu

A 1ª Corrida do Turismo de Foz do Iguaçu vai acontecer no dia 10 de novembro e as inscrições já estão abertas.

Praticar esportes, participar de maratonas ou outros tipos de corridas, já é pura emoção. Então se imagine correr dentro de uma unidade de conservação? Agora se imagine passando por um dos cenários mais lindos do mundo: as Cataratas do Iguaçu, que são uma das 7 Maravilhas da Natureza? Exatamente isso! No dia 10 de novembro, o Instituto Ecoprojetar promove mais uma corrida, a 1ª Corrida do Turismo de Foz do Iguaçu.

A largada da prova será às 07h30, no portão antigo do Parque Nacional do Iguaçu e o ponto de chegada será no Espaço Porto Canoas. Serão 11 km de distância pela Rodovia das Cataratas, cercada da mata nativa, habitat de muitos tipos de pássaros e de animais silvestres, inclusive da onça pitada, a mascote da Corrida do Turismo. As inscrições já estão abertas e devem ser feitas através do site https://www.minhasinscricoes.com.br.

 

Caminhada  - Mas se você ainda não está totalmente preparado para correr a distância de 11 km, não tem problema, vai caminhando mesmo. Durante a caminhada poderá observar os detalhes da mata e, se tiver sorte, ver alguns animais passeando ou sobrevoando na densa mata do Parque Nacional do Iguaçu.

 

Premiação - A 1ª Corrida do Turismo vai premiar as categorias:

Masculina e feminina, turística, por idade e empreendimentos turísticos.

 

Valor da Inscrição:

1º Lote até 04/10/19: R$ 70,00

2º Lote a partir de 04/10/19: R$ 80,00

Informações: telefone (45) 3028-4642

Inscrição: https://www.minhasinscricoes.com.br

 

Férias by NiceTour Turismo...

Camila hendges e Donizete Carmelo estiveram curtindo suas férias em maio na Riviera Maya mas precisamente no Hotel Barceló Maya Caribe. As férias deles foram organizadas pela equipe da NiceTour Turismo de Toledo que está localizada na Rua: Dom Manoel da Silveira Delboux, 246 – Centro – Toledo. Mais informações (45)  3252- 9595 - @/nicetour_toledo

 

IAP concede licença ambiental para ampliação da pista do aeroporto de Foz do Iguaçu

O projeto, custeado pelo Fundo Iguaçu, permitirá voos sem escala para EUA e países europeus, consolidando a formação de um HUB aéreo em Foz do Iguaçu

O Instituto Ambiental do Paraná (IAP) concedeu licença prévia ambiental para o projeto de ampliação da Pista de Pouso e Decolagem (PPD) do Aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu, que já pode ser licitado. A informação foi confirmada pelo secretário de Turismo, Indústria, Comércio e Projetos Estratégicos, Gilmar Piolla.

Além da licença ambiental, foram realizados os estudos arqueológicos necessários para obtenção da anuência do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). Os dois estudos, de meio ambiente e arqueologia, foram bancados pelo Fundo de Desenvolvimento e Promoção Turística do Iguaçu (Fundo Iguaçu), ao custo de aproximadamente R$ 330 mil.

Pelo projeto, que também faz parte de um acordo maior de cooperação entre o Fundo Iguaçu e a Infraero, a pista de pouso e decolagem do aeroporto vai aumentar dos atuais 2.195 para 2.800 metros de extensão.

O piso vai receber uma camada de revestimento especial chamada SMA (Stone Matrix Asphalt), que permite um ganho de performance de aproximadamente 20%. Ou seja, com o SMA, a pista ficará com mais de 3.300 metros, o que possibilitará voos sem escala para EUA e países europeus.

O investimento na obra será de R$ 70 milhões, dos quais, R$ 55 milhões serão investidos pela Itaipu Binacional, e o restante, pela Infraero.

 

Fundo Iguaçu - Instituição sem fins lucrativos, criada com a missão de ser agente de fomento ao turismo local e regional, o Fundo Iguaçu tem sido parceiro das principais obras de infraestrutura na cidade, principalmente da modernização do terminal iguaçuense.

Piolla diz que a instituição já  investiu cerca de R$ 3 milhões nos projetos do novo Plano Diretor do Aeroporto Internacional, do novo sistema de pistas, da duplicação do acesso, da ampliação do pátio de estacionamento de aeronaves, recape da pista atual, além da licença ambiental e estudos do Iphan para ampliação da atual pista de pouso e decolagem.

“Inicialmente, no projeto do novo sistema de pistas do Aeroporto, doado pelo Fundo, a pista atual seria ampliada para 3 mil metros de extensão e convertida, posteriormente, em pista de taxiway, tendo uma pista nova, paralela à atual, como principal. Após entendimentos com a Secretaria de Aviação Civil  (SAC), Infraero, Itaipu e o Governo do Paraná, o projeto foi adaptado, ampliando dos atuais 2.195 para 2.800 metros de extensão”, explica.

A nova pista, segundo ele, ficará para o próximo horizonte de expansão do aeroporto e a cargo da iniciativa privada, que deverá assumir a gestão a partir de 2021. Os projetos já estão prontos, afirma.

“Com a entrega da licença ambiental e da autorização do Iphan, avançamos mais uma etapa dentro do compromisso assumido entre o Fundo e a Infraero para o projeto de expansão do Aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu”, avalia o presidente do Fundo Iguaçu, Enio Eidt.

 

Abertura de mercado - “ É muito representativa esta conquista (licença ambiental) pois já permite  dar sequência para efetivação dos passos seguintes da ampliação da pista. Essa obra, somada a repaginação do aeroporto, vai possibilitar que  as companhias aéreas nacionais e internacionais expandam ou abram novas rotas ligando Foz do Iguaçu á dezenas de destinos”, acredita o vice-presidente da Associação Brasileira de Agências de Viagens do Paraná (ABAV-PR), Felipe Gonzalez.

 

Apoio - “Desde a sua fundação, o Fundo Iguaçu desempenha um papel importante na Gestão Integrada do turismo local e contribue significativamente para o desenvolvimento da cidade. A nova diretoria dará continuidade ao apoio de ações que visam o crescimento do turismo sustentável e á infraestrutura”, observa Eidt. Foto: Christian Rizzi