Editorial
O meio ambiente do futuro

A Secretaria do Desenvolvimento Sustentável e Turismo lançou esta semana o Programa de Educação Ambiental, que atenderá diversos segmentos ligados à área. O programa envolve ações já desenvolvidas e bem-sucedidas. O objetivo é consolidar um programa de educação ambiental voltado para o desenvolvimento e turismo sustentável, além da agricultura. Num estado como o Paraná, onde o agronegócio tem importância ainda considerável dentro da balança comercial, tentar reequilibrar a balança ambiental é um desafio imenso.

Dentro desta iniciativa serão trabalhados temas como um programa estadual de educação ambiental, o apoio e parceria para educação ambiental formal, promoção da educação ambiental não formal, elaboração de conteúdo, atividades e campanhas; participação em programas nacionais e internacionais de educação ambiental, integração de sistemas das autarquias vinculadas, municípios e parcerias, Selo Escola Sustentável, Programa Parque Escola, promoção e articulação do cicloturismo e promoção da educação para os cuidados animais.

Nada mais apropriado para discutir nesta quarta-feira, quando se comemora o Dia do Meio Ambiente e muitas atividades estão programadas para celebrar a data.

Em Toledo essa preocupação ambiental existe há algum tempo e, embora os resultados práticos nem sempre possam ser vistos em função da expansão agrícola, ainda assim as iniciativas estão aos poucos mudando um cenário que já foi muito pior. Basta observar o trabalho de recuperação de nascentes que vem sendo desenvolvido e as iniciativas de melhoria na coleta do lixo reciclável por parte da Prefeitura.

Mas qualquer ação neste campo passa necessariamente pela educação ambiental. É somente investindo nas futuras gerações, mudando a forma de se pensar o meio ambiente e a produção que será possível mudar este cenário nada promissor de hoje. Será graças às futuras gerações que se poderá sonhar com um mundo mais equilibrado sob a ótica ambiental, até porque as ações do passado agora estão sendo percebidas, assim como as de agora poderão demorar anos para serem notadas. O meio ambiente do futuro depende das ações do presente e de programas como este lançado durante a semana no Paraná.