Artigos
Os ODS e os novos modelos de desenvolvimento

O mundo dos negócios nunca foi tão inovador como atualmente. Vivenciamos modificações profundas sobre as formas de se locomover, de trabalhar, de gerar renda, de se comunicar e de interagir, vivendo o movimento de “uberização” nas empresas. Estamos no olho do furacão de tantas transformações importantes e significativas que os avanços na inovação e na tecnologia nos proporcionam cada vez mais. Mas não é só isso que está nos impulsionando adiante. Existem muito mais coisas que nos levam a estas transformações.

Uma delas é o fato de que cada vez mais as novas gerações têm se preocupado com o seu papel no mundo, buscando identificar qual é a sua contribuição para tornar o lugar que vivemos em um mundo melhor. Atualmente, os consumidores analisam os valores das empresas e marcas que consomem. Pesquisa recentes mostram que 87% dos consumidores realizam suas compras baseadas no propósito socioambiental da marca/empresa. E ainda, mais de três quartos dos consumidores entrevistados (76%) deixariam de comprar de uma marca/empresa com valores contrários aos seus. Ou seja, as pessoas não mais querem apoiar algo que não acreditam ou com a qual não se identificam. Isto significa que hoje somos motivados por coisas maiores, não apenas o que antes era considerado suficiente. É inspirador.

Outro – importantíssimo – fator foi o lançamento dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) em 2015, propostos pela Organização das Nações Unidas (ONU), que nos apresentou inúmeras novas possibilidades de buscar um mundo melhor, com a proposta de “não deixar ninguém para trás” (como seu slogan define). Foram definidos 17 Objetivos e 169 metas para atingir o desenvolvimento sustentável em todo o mundo até 2030. Por isso, a chamada Agenda 2030, ou Agenda Global, é para todos os governos, organizações de todos os setores e sociedade civil. Desde a tentativa de acabar com a miséria (ODS 1) até a de buscar o consumo consciente (ODS 8), por exemplo, surgem uma ampla variedade de opções de novos modelos de negócios.

Como?

Repare bem nos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável e perceba que foi definido também a principal “fórmula” para se implementar os ODS e atingir as metas até 2030: o ODS 17, que preconiza as parcerias para a implementação dos ODS.

No mundo inteiro estão sendo desenvolvidos negócios em parceria: organizações públicas e privadas estão trabalhando juntas em prol das metas; organizações diversas do terceiro setor estão engajadas no atingimento das metas; e diversos outros modelos e combinações destas parcerias. São diversos cases de sucesso de implementação dos ODS, que estão fomentando a geração de emprego e renda, o desenvolvimento aliado ao crescimento, a igualdade, o respeito e a justiça em todo o mundo.

Esta agenda só será alcançada se contar com o envolvimento e o comprometimento verdadeiro de todos nós, em todas as nações, cada um fazendo a sua parte e todos fazendo um pouco juntos, em parceria por um mundo melhor. Vamos juntos?

*Mariana Schuchovski é Doutora em Engenharia Florestal, Professora de Sustentabilidade no ISAE Escola de Negócios e fundadora da Verde Floresta | Sustentabilidade, Meio Ambiente e Florestas