Cascavel começa a vacinar idosos com 80 anos

Começou nesta quarta-feira (3) a vacinação contra a covid-19 para idosos com 80 anos ou mais, em Cascavel. O grupo não precisa de agendamento e a imunização acontece pelo sistema Drive-Thru. O recomendado é que alguém da família leve o paciente para garantir mais agilidade do processo.

“A vacina é tranquila demais, importante que todos se protejam e continuem os cuidados com a saúde”, disse o aposentado Ivo Pegorini, 84 anos que se vacinou logo no início da manhã.

“Vamos continuar usando máscara independente da vacina” deu o recado dona Rosinha Olivia Vieira.

O prazo para esse público acaba na sexta (5), mas a tendência é que as doses terminem antes. A saúde tem expectativa de receber 3.200 idosos entre 80 e 84 anos.

A vacinação dos trabalhadores da saúde também foi reiniciada na segunda-feira (1º) no Centro de Eventos de Cascavel onde fica a Central de Vacinação, porém os profissionais recebem a dose dentro do pavilhão.

“Nós temos dois caminhos: um deles é a vacina, mas enquanto isso não chegar para todos, outra ferramenta é disciplina, solidariedade, coletividade. A velocidade do vírus é muito maior que qualquer ação, nossas UPAs e hospitais estão lotados. De forma respeitosa, façam a sua parte”, pede o prefeito Leonaldo Paranhos que acompanhou a vacinação nesta quarta-feira.

Foram convocados trabalhadores de serviços de saúde que ainda não receberam a primeira dose e atuam clínicas médicas, odontológicas. O prazo para tomar a dose termina sexta.

De acordo com a Secretaria de Saúde (SESAU), a expectativa é imunizar mais ou menos 3.200 idosos acima de 80 anos.

Até o último balanço realizado na terça-feira 15.896 pessoas tomaram a primeira dose e 5.344 a segunda dose.

O atendimento é das 8 às 17 horas.

SUPERLOTAÇÃO – Diante da situação dos leitos de Cascavel, o prefeito anunciou a vinda do ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, que confirmou agenda em Cascavel nesta quinta-feira (4). O prefeito conduzirá a visita do ministro a uma das UPAs, ao Centro de Vacinação Covid e à obra do Cisop.

Ao longo da última semana, Paranhos já havia solicitado ao ministro 15 novos respiradores e monitores, que prontamente liberados já estão sendo instalados na cidade. Na pauta de trabalho, um novo pedido de equipamentos para ampliação de UTIs e uma remessa extra de vacinas contra a Covid-19, à população para Cascavel.

Alexandra Oliveira

CASCAVEL