Obras da pista de arrancada de Foz do Iguaçu estão a todo vapor

A pista de Foz do Iguaçu consolidará a região Oeste do Paraná como pólo de arrancada com pistas também em Cascavel e Toledo

FOZ DO IGUAÇU (PR) – As obras da pista de arrancada de Foz do Iguaçu há estão a todo vapor. A primeira fase começou na última semana, quando o prefeito Chico Brasileiro, acompanhado do vice-prefeito delegado Francisco, do deputado federal Fernando Giacobo, do secretário de Obras Cezar Furla, do secretário de Esporte e Lazer Antônio Sapia, do secretário de Planejamento e Captação de Recursos Leandro Costa, do presidente da Câmara de Vereadores Ney Patrício; da vereadora Anice Gazzaoui, e do vice-presidente da Federação Paranaense de Automobilismo Bento Tino, visitou o local deu o ponta-pé inicial às obras. De lá para cá máquinas e operários trabalham intensamente.
Nesta primeira etapa será feita a terraplanagem do terreno e o fechamento do espaço, com muros de arrimo, alambrados e portões de acesso para máquinas e pessoal. O gasto inicial será de R$ 783 mil. A previsão é que a obra seja concluída em três etapas, tendo um custo aproximado de R$ 3 milhões.
O prefeito Chico Brasileiro destaca o potencial a ser explorado pelo turismo esportivo com o novo empreendimento. “Essa é a consolidação do trabalho de muita gente que se dispôs a ver esse complexo construído. Todas as nossas equipes se empenharam para transformar o projeto em realidade. Este será mais um campo de destaque para o turismo iguaçuense com a promoção de futuros eventos nacionais e até internacionais”, comentou o prefeito.
O deputado federal Fernando Giacobo, através de emenda parlamentar destinou cerca de R$ 1,5 milhão em emendas para a construção da pista – valor que será aplicado integralmente na segunda etapa das obras, previstas para o fim do ano – e também se comprometeu a destinar trabalhar pela aprovação de uma nova emenda para as próximas etapas. “É até difícil pontuar todos os diferenciais que Foz do Iguaçu possui em diversas esferas. Cria-se agora um novo local para eventos, elevando o município a uma nova categoria e tornando Foz do Iguaçu cada vez mais relevante para o Brasil”, relatou Giacobo.
Por proposição do jornalista Erdiley de Oliveira, o Oliveirinha, idealizar da pista de arrancada de Foz, o espaço se chapara Pista Internacional de Arrancada Delegado Recalcantti, homenageando o deputado paranaense falecido no dia 9 deste mês. Oliveirinha adianta que Recalcatti sempre atuou junto com o grupo de desportistas que lutam há anos pelo crescimento da arrancada na Terra das Cataratas e foi um dos primeiros parlamentares a abraçar a ideia da construção da pista.

Da Assessoria