Parceria entre PTI e Unioeste oferece aulas de apoio de Matemática

0 74

Um projeto de extensão desenvolvido pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste), com apoio do Parque Tecnológico Itaipu (PTI), está proporcionando, a alunos de escolas públicas de Foz do Iguaçu, a oportunidade de participar gratuitamente de aulas de apoio de Matemática. 

A iniciativa está beneficiando estudantes dos anos finais do Ensino Fundamental, 6º ao 9º ano, dos Colégios Estadual Paulo Freire, Ipê Roxo e Prof. Flávio Warken, durante o contraturno escolar. As atividades, realizadas todas as terças-feiras, são preparadas pelos futuros professores de Matemática, matriculados na disciplina de Estágio Supervisionado I da Unioeste. 

O projeto iniciou no mês de agosto no LabMaker Iguaçu do PTI e segue até dezembro, proporcionando a superação de dificuldades referentes à aprendizagem na disciplina de Matemática pelos alunos da Educação Básica e contribuindo com o processo de formação dos acadêmicos licenciandos em Matemática.

De acordo com a professora da Unioeste e uma das coordenadoras da ação, Dra. Renata Camacho Bezerra, o curso de Licenciatura em Matemática e o PTI sempre foram parceiros e ao longo de mais de uma década, já desenvolveram diversas ações em conjunto. “O projeto Matemática no Centro Comunitário da Vila C: PTI e Unioeste uma parceria em prol da comunidade, marca a retomada desta parceria e a realização de um projeto estratégico. Investir na Educação é o primeiro passo para transformar vidas e realidades”, afirmou. 

Segundo Renata, o projeto não traz benefícios só para a comunidade. “Ele traz também para a formação do futuro professor de Matemática, afinal, o Curso de Licenciatura em Matemática da Unioeste Campus de Foz do Iguaçu, tem por objetivo preparar o futuro professor de Matemática de forma ampla e comprometida com a realidade educacional na qual está inserida”, explicou.  Além disso, o projeto conta também com o apoio do Laboratório de Ensino de Matemática (LEM/Foz) e com a orientação dos professores Luciana e Richael.

Para a gerente de educação do PTI, Karina Custodio, o Parque Tecnológico busca, por meio de ações e parcerias, desenvolver competências e habilidades em prol da ciência, tecnologia e inovação. “O projeto em parceria com a Unioeste é importante porque possibilita que os alunos assimilem todo o conteúdo das matérias dadas em sala de aula, favorecendo a aprendizagem e o seu desenvolvimento ao mesmo tempo em que permite que os acadêmicos vivenciem a experiência docente”, explicou. 

“Para o PTI, integrar iniciativas como essa que resultam na aproximação da comunidade com a universidade é mais um passo para o alcance da sua missão em transformar conhecimento e inovação em bem-estar social”, destacou Karina.

FOZ DO IGUAÇU

Deixe um comentário