Usina Híbrida irá solucionar passivo ambiental da suinocultura

A suinocultura é uma cadeia em contínuo desenvolvimento no Paraná e o Governo do Estado tem apoiado e incentivado ações positivas para este setor. O Oeste do Paraná é conhecido por sua forte atuação e de acordo com a Associação Regional de Suinocultores do Oeste (Assuinoeste) existem mais de 16 mil propriedades rurais voltadas para essa atividade na região.

A instalação da EnerdinBo, primeira Usina Híbrida de Biogás e Energia Fotovoltaica traz a solução para um dos grandes problemas deste setor.

 “Somos um grande polo de suinocultores e temos um passivo ambiental que são os dejetos produzidos pelos suínos e que contaminam o nosso solo e a camada de ozônio. Ouro Verde do Oeste é privilegiada neste empreendimento”, comenta o representante dos suinocultores do município e cooperado da EnerDinBo, Delmar Koheler.

 

SOLUÇÃO – A princípio, Koheler conta que pediu a Administração Municipal uma solução para os dejetos suínos. Ele acredita que chegada da EnerdinBo e a implantação do selo Susaf irá agregar ao município. “Nós ficamos agradecidos porque abre uma leque para a agroindústria. São anos lutando por um algo diferenciado para as indústrias crescerem gerando emprego e impulsionando a economia dos municípios. Com esse projeto, com energia limpa, com o selo, nós iremos proporcionar um futuro melhor para os nossos filhos e netos. A EnerDinBo pode contar com os suinocultores da região para implementar os seus projetos e agregar valor a nossa região Oeste”, finaliza.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *