Banco de Leite Humano do Hospital Universitário da UEL participará de campanha mundial

O Banco de Leite Humano do Hospital Universitário (HU/UEL) promove na próxima quarta-feira (19), Dia Mundial de Doação de Leite Humano, a campanha internacional “Doação de leite humano: a pandemia trouxe mudanças, a sua doação traz esperança”. A atividade integra a programação do Fórum de Cooperação Técnica Internacional, que reúne, de 17 a 19 deste mês, diversos países participantes da Rede Global de Bancos de Leite Humano.

O objetivo da campanha é sensibilizar a sociedade para a importância da doação de leite humano. As mulheres que estão em fase de amamentação podem doar no HU/UEL e em pontos de coleta de Londrina, Cambé, Rolândia e Cornélio Procópio. “Cada frasco de leite pode alimentar até 10 crianças hospitalizadas”, afirma a enfermeira do BLH, Katiucy Sturião dos Santos Campana.

Para ser doadora, a mãe precisa estar saudável, amamentando o próprio filho e ter sobra de leite. Além dos pontos de coleta, as mulheres podem entrar em contato direto com a equipe do Banco de Leite Humano do HU/UEL pelo telefone (43) 3371-2390 (WhatsApp). O setor funciona de segunda a sexta-feira, das 08 às 17 horas e aos sábados das 7 às 11h30, no próprio HU/UEL.

NÚMEROS – De janeiro até abril, a equipe do Banco de Leite Humano coletou 885 litros de leite – em média, 220 litros doados por mês. Porém, o estoque atual está entre 90 e 100 litros, muito abaixo do necessário para alimentar os bebês prematuros recém-nascidos do Hospital. 

Neste período, 681 mães em lactação fizeram a doação de leite, que alimentou em média, por mês, 480 bebês que estão hospitalizados no HU/UEL, Hospital do Coraçãozinho – Unidade Bela Suíça, Hospital Evangélico, Hospital Infantil, Maternidade Municipal, e na Casa da Misericórdia, em Cornélio Procópio.

REDE GLOBAL –Organizado pela Rede Global de Bancos de Leite Humano (rBLH), o Fórum de Cooperação Técnica Internacional começa na segunda-feira (17), às 10 horas. Esta edição tem como tema “Doação de Leite Humano – Lições aprendidas durante a pandemia de Covid-19. O que podemos fazer a mais?”. As inscrições estão abertas e poder ser feitas no site da da rBLH.

Em formato virtual e com tradução simultânea em três idiomas – português, inglês e espanhol – o evento segue até dia 19. O objetivo é compartilhar saberes e práticas destinadas a transpor as barreiras impostas pela Covid-19 aos Bancos de Leite Humano no mundo.

No primeiro dia, a partir das 11 horas, a programação abre espaço para apresentar as vivências dos Bancos de Leite das diferentes regiões do Brasil. O Banco de Leite Humano do HU/UEL, referência no Estado, irá representar o Paraná. A apresentação será feita pela enfermeira Katiucy Sturião dos Santos Campana, que falará sobre “Aprendendo e inovando para transpor a pandemia”.

O evento é aberto a toda sociedade, com participação de profissionais que trabalham em bancos de leite humano, serviços de saúde, Ministério da Saúde, Secretarias de Saúde, universidades e instituições de pesquisa, além de estudantes, doadoras e seus familiares, pessoas de diferentes seguimentos sociais, além de representantes ONGs e OPAS/OMS.

Toda a programação pode ser acessada no SITE do Fórum de Cooperação Técnica Internacional.

Da AEN