Mais de 28 mil trabalhadores do Ensino Superior já foram vacinados contra Covid-19

As universidades do Paraná alcançaram índices expressivos de profissionais imunizados contra a Covid-19 nesta semana. No total, 28.746 trabalhadores das redes estadual, federal e privada já receberam, pelo menos, uma dose das vacinas. O quantitativo representa quase 10% das doses aplicadas nesse grupo prioritário em todo o Brasil.

Segundo o Vacinômetro, ligado ao Sistema Único de Saúde (SUS), o Paraná é o quarto Estado que mais vacinou profissionais da categoria em números absolutos, atrás apenas do Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e Minas Gerais. Foram aplicadas 15.673 doses da vacina da AstraZeneca/Fiocruz, 10.345 da Pfizer/BioNTech e 2.721 da CoronaVac/Butantan.

Do total de profissionais vacinados no Paraná, 12.027 são homens e 16.719 mulheres. Os profissionais de 35 a 39 anos estão entre os mais imunizados (5.278), seguidos pelos trabalhadores de 30 a 34 anos (4.821) e de 40 a 44 anos (4.675). Com essa quantidade, o Estado ultrapassa 51% da meta de 56.223 profissionais. Curitiba, Maringá, Londrina, Guarapuava, Cascavel, Foz do Iguaçu e Ponta Grossa estão entre as cidades que mais vacinaram.

EXEMPLOS – Na Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP), por exemplo, todos os servidores dos três câmpus (Jacarezinho, Bandeirantes e Cornélio Procópio) receberam a primeira dose da vacina na última quinta-feira (24). Com a imunização desse grupo, foi finalizada a vacinação para o ensino superior na região.

Para a reitora da UENP e presidente da Associação Paranaense das Instituições de Ensino Superior (Apiesp), Fátima Padoan, é uma satisfação contemplar a proteção da comunidade da instituição. “Nosso sentimento é de muita felicidade pela imunização dos nossos servidores, reconhecendo a importância de todos para nossa universidade”, disse.

Na Universidade Estadual do Centro-Oeste (Unicentro), câmpus de Guarapuava, 95% do grupo de profissionais da instituição já receberam o imunizante, somando quase 1.400 pessoas. Em Irati, de um público total de 500 pessoas, 425 já tomaram, ao menos, uma dose da vacina.

O mesmo ocorre nas sete cidades onde a Universidade Estadual de Maringá (UEM) possui câmpus. No total, foram cerca de 4 mil trabalhadores imunizados em Maringá, Umuarama, Cianorte, Cidade Gaúcha, Goioerê e Ivaiporã.

Em Ivaiporã, Noroeste do Estado, na última quarta-feira (30) servidores com 18 anos ou mais puderam receber o imunizante. Esta é última faixa etária de trabalhadores da UEM vacinados.

“É uma conquista muito importante para o retorno das aulas de forma segura. A vacina é a segurança que todos nós precisávamos para reduzirmos os danos e os impactos causados pela pandemia”, destacou o professor do departamento de Ciências do Movimento Humano (DMO) da UEM, Ricardo Alexandre Carminato.

A Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) e a Universidade Estadual de Londrina (UEL) totalizam 3.400 trabalhadores aptos a receber os imunizantes. Estima-se que cerca de 80% desses profissionais já receberam a primeira dose da vacina.

Da AEN