Saúde busca melhorias para o setor de Urgências de cinco regionais

A Gerência de Atenção à Urgência da Secretaria da Saúde do Paraná promoveu reunião técnica nesta semana com profissionais da Macrorregional Oeste, que abrange as Regionais de Saúde de Pato Branco, Francisco Beltrão, Foz do Iguaçu, Toledo e Cascavel. São mais de 1,8 milhões de habitantes.

O encontro discutiu o Plano de Ação Regional de Urgências integrado com o Samu e hospitais considerados as portas de entrada para urgências e emergências, fortalecendo a rede estadual.

 “Nesta gestão, o Governo do Estado tem como meta a qualificação dos serviços regionais em benefício da população”, disse o secretário estadual da Saúde, Beto Preto. “Queremos evitar o deslocamento do cidadão em busca de atendimento e, mesmo diante do enfrentamento da pandemia da Covid-19, que tem demandado a maior atenção da Secretaria, não deixamos de implementar ações no sentido levar atendimento para perto da casa do cidadão”, afirmou. 

Segundo a gerente e Atenção à Urgência da Secretaria da Saúde, Giovana Fratin, com a qualificação e integração dos serviços nas instituições consideradas porta de entrada para urgências e emergências, é potencializado o atendimento ao usuário. “Evita-se o deslocamento dos pacientes ou encurtamos o trajeto em busca dos serviços junto às maiores cidades da região”, explica.

A diretora de Atenção e Vigilância em Saúde, Maria Goretti David Lopes, disse que a organização e alinhamento das ações vão além da assistência imediata caracterizada pela Urgência e Emergência. “Estão incluídas ações e promoção da saúde, prevenção de doenças e agravos, tratamento contínuo de doenças crônicas, entre outros cuidados”, afirmou.

Na Macro Oeste, a rede de urgências é composta por 12 Unidades de Pronto Atendimento (UPA), 17 pronto atendimentos, 527 leitos hospitalares clínicos, 539 leitos hospitalares cirúrgicos, 148 leitos de UTI adulto, 80 leitos de UTI Covid. O Samu conta com 2 motolâncias, 53 ambulâncias de suporte básico e  14 ambulâncias de suporte avançado (UTI) acionadas através de três Centrais Regulações de Urgência, situadas nos municípios de Pato Branco, Foz do Iguaçu e Cascavel.

REUNIÕES – Em Pato Branco, a equipe da Gerência de Atenção à Urgência realizou visita técnica à base descentralizada do Samu, Consórcio Intermunicipal de Saúde Ciruspar (Consórcio Intermunicipal da Rede de Urgências do Sudoeste do Paraná) e Hospital Policlínica de Pato Branco.

Em Francisco Beltrão, o encontro foi no Hospital Regional Walter Pecoits; em Foz do Iguaçu, no Hospital Germano Lauck e na base descentralizada municipal do Samu. Já em Toledo, a reunião foi na sede da 20ª Regional de Saúde.

Em Cascavel, que é o município sede da Macro Oeste aconteceu a discussão sobre o Plano de Ação Regional de Urgências, com a participação de representantes das cinco regionais de saúde. As visitas foram na base descentralizada do Samu, na sede do Consórcio Intermunicipal Consamu (Consórcio Intermunicipal Samu Oeste) e no Complexo Regulador regional.

Da AEN