Morador de Toledo foi preso em flagrante pela PRF com 135 quilos de droga análoga à anfetamina

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu, nesta manhã (11), em Santa Terezinha do Itaipu, na região oeste do Paraná, 135 quilos de clobenzorex. A droga análoga da anfetamina estava escondida num fundo falso na cabine de uma carreta. O motorista foi preso em flagrante por tráfico de drogas.

Por volta das 6h, em frente à Unidade Operacional na BR-277, os policiais rodoviários federais abordaram uma carreta e, durante a fiscalização da cabine, encontraram um fundo falso, especialmente preparado para o transporte de ilícitos, embaixo da cama do motorista.

Dentro do compartimento havia, em diversos sacos plásticos, 135 quilos clobenzorex. A substância é um análogo da anfetamina que já chegou a ter seu uso permitido no país como medicamento emagrecedor; atualmente é considerado uma droga pela agência reguladora (ANVISA). A mercadoria é utilizada tanto por seus efeitos anorexígenos, como estimulantes.

O clobenzorex é uma substância bastante utilizada por motoristas profissionais como “rebite”; pode ser encontrada em formulações proibidas para tratamentos de emagrecimento, além de ser misturada por traficantes a drogas mais potentes como a cocaína, meta-anfetamina e ecstasy.

A apreensão de substâncias usadas pelos caminhoneiros para diminuir o sono é muito comum em pequenas quantidades. Pelo volume apreendido nessa ocorrência e pela apresentação em pó, acredita-se que os traficantes poderiam produzir cerca de um milhão de comprimidos de ecstasy, por exemplo.

O motorista, de 34 anos, morador de Toledo, foi preso em flagrante por tráfico de drogas. A ocorrência foi encaminhada para a Polícia Federal em Foz do Iguaçu.

Da PRF