PRF apreende mais de R$ 4,5 milhões em cigarros contrabandeados no Paraná

 Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu quase um milhão de maços de cigarros contrabandeados do Paraguai na madrugada e na manhã desta segunda (12), na região oeste do estado.

Por volta das 2 horas, em Francisco Alves (PR), policiais rodoviários federais abordaram um motorista de um bitrem e mais duas pessoas (entre elas um adolescente de 16 anos) que o acompanhavam. Durante a vistoria, encontraram nos compartimentos de carga, cerca de 500 mil maços de cigarros. Dentro da cabine, ainda encontraram diversas placas de identificação, que eram usadas para despistar a fiscalização durante o trajeto.

Diante dos fatos, o casal (ele de 50 e ela de 33 anos) foram detidos e o adolescente apreendido. Todos foram conduzidos para a Polícia Civil em Iporã para o registro dos crimes de contrabando, associação criminosa e corrupção de menores. O adolescente foi apreendido por ato infracional análogo à contrabando e associação criminosa.

O caminhão e os cigarros foram depositados na Receita Federal.

Mais tarde, por volta das 6 horas, uma equipe de PRFs abordou um motorista de caminhão em Palotina (PR). Durante a vistoria, foram encontrados cerca de 400 mil maços de cigarros contrabandeados, indicados pelo próprio motorista, que ao ser abordado, confessou o transporte. O motorista foi detido e encaminhado para a Polícia Federal, com os cigarros e o caminhão. Na cabine, havia diversos jogos de placas que seriam substituídas no decorrer da empreitada criminosa.

Cerca de duas horas depois, policiais rodoviários federais retornaram ao local do encontro do caminhão e observaram a chegada de dois carros. Ao ordenarem suas paradas, ambos fugiram. Durante a perseguição, um dos motoristas freou o carro bruscamente, fazendo com que a viatura colidisse em sua traseira, permitindo assim que o segundo carro se livrasse do acompanhamento, mas o ele foi detido.

Diante dos fatos, os dois homens foram detidos. O primeiro, de 25 anos, responderá pelos crimes de contrabando, adulteração de sinal identificador de veículo automotor e associação criminosa. O segundo, de 28, responderá pelos crimes de contrabando, desobediência, dano qualificado em bem da União e associação criminosa.

Confira o vídeo aqui.

Da PRF