68 anos de Toledo: Agronegócio

“A agricultura é um setor forte e deu muito certo em Toledo. Nós temos um agricultor dedicado a sua atividade. Agradecemos aos produtores e todos os setores que auxiliam no desenvolvimento da cidade. Qualquer atividade que seja em benefício da agricultura, nós temos uma unanimidade. Daqui para frente, nós precisamos avançar. Nós precisamos promover melhorias em todas as atividades do agronegócio, sejam em produção ou na qualidade de vida dos produtores. No aniversário de 68 anos de Toledo, nós precisamos comemorar as boas safras, as altas produções, a união dos agricultores, a colaboração do poder público ao desenvolver o serviço de asfalto e oferecer uma qualidade de vida para o produtor. Isso faz com que a atividade seja sempre melhorada e, principalmente, incentiva que os filhos dos produtores deem continuidade as atividades no campo. O filho trabalhando com vontade é uma comemoração para o produtor e para a sociedade. A pandemia não mudou o ritmo da agricultura, porque nada parou. Na lavoura, a atividade foi normal e conseguimos produzir alimentos para atender a população. Se a agricultura parasse o nosso problema seria maior ainda. O Estado e o Brasil possuem vocações agrícolas. Se tiver mais restrições por causa da pandemia, o nosso setor vai continuar e é isso que dá sustentação para a economia do país”, presidente do Sindicato Rural de Toledo, Nelson Paludo.

Da Assessoria