Banco de Sangue homenageia doadores e reforça a importância de ajudar ao próximo

Hoje (25), comemora-se o Dia Nacional do Doador de Sangue. A data reforça a importância da doação, agradece aqueles que participam sistematicamente das doações e sensibiliza a população para este ato de amor.

Durante o mês de novembro, a Unidade de Coleta e Transfusão (UCT – Banco de Sangue) de Toledo realiza ações para incentivar e captar novos doadores. Nesta quarta-feira, o Banco de Sangue se dedica a agradecer aqueles que doam um pouco de si para salvar vidas.

“Nós preparamos o local para receber os doadores; preparamos uma pequena homenagem para agradecer por este ato de amor e lembra-los que essa doação é muito importante para o próximo”, comenta a assistente social do Banco de Sangue Melânia Marin.

ESTOQUE – Nas últimas semanas, o estoque do Banco de Sangue de Toledo sofreu uma redução de bolsas, principalmente do grupo sanguíneo negativo. Para suprir a falta, a equipe realizou uma busca ativa dos doadores e fez novos agendamentos para as doações.

“Ficamos aliviados e agradecidos com a resposta da população que compareceu para reabastecer o estoque de sangue. Essa pandemia restringe a circulação de pessoas, mas há muita demanda de sangue nos hospitais e precisamos manter o estoque em dia”, enfatiza.

DEMANDA – O sistema de doação por agendamento foi uma alternativa que a equipe do Banco de Sangue encontrou para continuar com os atendimentos sem causar aglomeração no local. No entanto, quando algum doador não comparece, o horário fica vago até que os profissionais encaixem outra pessoa.

“Nós precisamos de 145 doadores por dia para manter o estoque abastecido. Por isso, a colaboração dos doadores é fundamental. Está chegando o período de maior demanda por sangue quando aumenta o número de acidentes nas rodovias, por conta das viagens de férias e de pacientes com quadro de dengue grave que também necessitam”, enfatiza a assistente social.

PROCEDIMENTO – O sangue é um composto de células que cumpre diversas funções, como levar oxigênio a cada parte do nosso corpo, defender nosso organismo contra infecções e participar na coagulação. “Só o ser humano tem o sangue. Não existe nada que substitua o sangue”, cita Melânia.

A quantidade de sangue retirada na doação não afeta a saúde, porque a recuperação é imediatamente após a doação. Uma pessoa adulta tem em média cinco litros de sangue e em uma doação são coletados no máximo 450 mililitros de sangue.

No Banco de Sangue, o doador passa por uma triagem que tem o objetivo de dar maior segurança para ele e aos pacientes que receberão o seu sangue. Todo sangue doado é separado em diferentes componentes (hemácias, plaquetas e plasma) e assim poderá beneficiar mais de um paciente com apenas uma bolsa coletada. Os componentes são distribuídos para os hospitais para atender aos casos de emergência e aos pacientes internados.

“O Banco de Sangue de Toledo atende 25 hospitais da região. A necessidade é diária”, reforça.

QUEM PODE DOAR – O procedimento para doação de sangue é simples, rápido e totalmente seguro. Não há riscos para o doador, porque nenhum material usado na coleta do sangue é reutilizado, o que elimina qualquer possibilidade de contaminação. Podem doar sangue pessoas entre 16 e 69 anos e que estejam pesando mais de 50kg. Além disso, é preciso apresentar documento oficial com foto e menores de 18 anos só podem doar com consentimento formal dos responsáveis.

Pessoas com febre, gripe ou resfriado, diarreia recente, grávidas e mulheres no pós-parto não podem doar temporariamente. Quem tem idade acima de 65 anos só pode doar se já o fez, pelo menos, uma vez na vida. Os homens podem doar a cada 60 dias e as mulheres em um intervalo de 90 dias. O agendamento para fazer a doação no Banco de Sangue é feito pelo telefone (45) 3379 1993. A captação é realizada na segunda-feira, das 13 horas às 15 horas e de terça-feira a sexta-feira das 7h30 às 10h30 e das 13 horas às 15 horas. “Esse agendamento acontece para evitar a aglomeração de doadores esperando o atendimento. Reforçamos que todos devem estar de máscara, fazer a higienização das mãos com álcool em gel e evitar comparecer se estiver com sintomas de gripe”, conclui.

Da redação