Biopark Educação e IFPR lançam Curso Técnico em Informática para a Internet Integrado ao Ensino Médio

Ao completar dois anos de Centro de Referência, a parceria entre o Biopark Educação e o Instituto Federal do Paraná (IFPR) – campus de Assis Chateaubriand – concretizam mais uma novidade: Curso Técnico em Informática para a Internet Integrado ao Ensino Médio. O lançamento oficial ocorreu na manhã de segunda-feira (20) no Centro de Referência IFPR-Biopark.

A iniciativa reforça o compromisso com a educação do Oeste do Estado. Essa modalidade de ensino permite que os estudantes concluintes recebem a certificação do ensino médio e de formação técnica. Além disso, contribui para a capacitação profissional dos estudantes, possibilitando rápida inserção no mercado de trabalho. As inscrições irão abrir no dia 4 de outubro.

“Esse lançamento é extremamente importante, pois essa capacitação contém o curso técnico de informática. Sabemos que com a evolução das coisas mais e mais tudo se faz através da informática”, destaca uma das fundadoras do Biopark, Carmen Donaduzzi – que na ocasião também representou o esposo, Luiz Donaduzzi.

ESTÍMULAR OS TALENTOS – Carmem pontou que existe uma grande carência de profissionais habilitados nessa área e que o Biopark também tem o comprometimento em atender as necessidades das pessoas. Ela cita que o Biopark tem em seu DNA o compromisso com a educação, pois busca a excelência na formação das pessoas, o que ela significa fazer sempre o melhor.

“Imagina o que significa para Toledo ter alunos que já no Ensino Médio comecem a ter sua fase inicial em informática, por exemplo, eu não sei nada e me deparo imensamente com alguma necessidade todos os dias. Não devemos deixar de acreditar nesse tipo de curso, a parceria vai proporcionar isso. Essa é uma das profissões do futuro”, destaca.


O evento também marcou os dois anos de parceria entre o Biopark Educação e o IFPR – Foto: Janaí Vieira

PROGRESSO TECNOLÓGICO – O reitor do Instituto Federal do Paraná (IFPR), Odacir Antonio Zanatta, salienta a importância em investir em iniciativas que preparem os jovens desde cedo e tragam novas oportunidades. “A ideia é preparar esses estudantes para que possam ter esse início na caminhada da programação, possam sentir interesse para continuar com os estudos avançando para fortalecer”.

Para o reitor, o curso é mais oportunidade para que descobrir talentos, incentivar as habilidades e fomentar o progresso da região. “Percebemos uma corrente muito forte em Tecnologia da Informação e Comunicação e Internet das Coisas e porque não falar da Educação para o Mundo 4.0 aproveitando esse arranjando do Biopark?”, indaga ao reforçar que os estudantes através da metodologia ativa de ensino recebem estímulos para solucionarem problemas utilizando recursos e técnicas de programação de computadores.

DOIS ANOS DE PARCERIA – O evento também marcou os dois anos do Centro de Referência IFPR-Biopark. “Vamos comemorar essa parceria muito bem sucedido”, salienta o Zanatta. “Já temos um Centro de Referência – um Centro é menor que um campus, ele tem que estar ligado a um, mas já pode ministrar um curso técnico – aqui já temos o de Desenvolvimento de Sistemas e lançamos o de formação inicial continuada em Programação de Sistemas”.

Uma das fundadoras do Biopark, Carmen Donaduzzi, pontua que a parceria foi satisfatória desde o início e visa ficar cada vez melhor. “Eles (o IFPR) eles são ágeis, eles dão resposta imediatamente e isso permite alinhar as ideias. É uma parceria que deu certo”.

Da Redação

TOLEDO