Colégio La Salle completa 64 anos educando para a vida e para o mundo

O grande pesquisador francês, Edgar Morin, diz que resistir às incertezas é parte da Educação e, desde que os lassalistas aqui chegaram, oferecem uma educação de excelência para transformar a vida das pessoas e das comunidades, nas quais estão inseridas. Ao longo dos 64 anos de história, o Colégio La Salle, formou pessoas em todas as profissões, que fazem a diferença no mundo.

Para além do conhecimento científico, que coloca os alunos lassalistas nas melhores Universidades do Brasil e do mundo, o Colégio La Salle visa à compreensão dos valores humanos, que são habilidades necessárias a todas as profissões, no Século XXI. “Sabemos que quem faz a diferença no mercado e no mundo são pessoas formadas com um ensino de excelência, mas também, alicerçadas em princípios humanos e éticos, por isso no Colégio La Salle, estes dois aspectos caminham juntos”, explica o Psicólogo e Diretor, Irmão André Muller.

A experiência educativa conquistada ao longo dos 64 anos de história, deu ao Colégio La Salle as bases para trabalhar com todas as adversidades. “A pandemia, sem dúvida, é a maior adversidade social da nossa geração. Diante de tantas incertezas, os nossos princípios de formação integral, conhecimento técnico e humano, conduziram nossas ações. A vida está no centro do nosso olhar e do nosso cuidado. Zelamos pelas pessoas e proporcionamos as melhores possibilidades educativas em sinal de esperança, que logo mais seguiremos todos juntos, mais fortes e com vida, para construirmos nossos projetos”.

A inovação, a criatividade e a agilidade sempre estiveram presentes na jornada educativa lassalista e, na pandemia, estes saberes foram fundamentais. “Nossa história de construção e reconstrução do saber e a conexão entre o mundo e estes saberes nos propiciou respostas significativas, de qualidade e ágeis. Com três dias de suspensão das aulas presenciais, o Colégio La Salle já estava com seus alunos em aulas remotas ao vivo e, em poucos dias, conseguiu adequar, alinhar e corrigir caminhos, para que a educação de excelência lassalistas se mantivesse, independente do modelo que as autoridades sanitárias nos imporiam”, recorda o Diretor.

O princípio que conduz a educação lassalista ao longo da sua trajetória é a certeza de que ela está sempre em construção. “A educação não é algo pronto e acabado, como se estivesse em caixas fechadas aguardando para serem abertas, ao contrário, é um constante construir, desconstruir e construir de novo. É um processo cheio de sentidos, por isso o papel da educação é preparar os alunos para dar respostas para suas vidas e para a sociedade, em qualquer tempo, mas sobretudo, em tempos de incertezas”, defendeu o Diretor lassalista.

O Colégio La Salle, como fez nestes 64 anos de existência, está junto às famílias lassalistas, porque tem fé no futuro e acredita que, com educação, empatia, respeito e fraternidade venceremos todas as adversidades.

Da Assessoria