Comitiva de Ubiratã conhece ações do município na Educação

A Secretaria Municipal da Educação (Smed) recebeu uma comitiva da Secretaria de Educação e Cultura de Ubiratã. Comandada pela secretária Neiva Grigio Gindri, a equipe conheceu os projetos que Toledo pretende implantar na rede municipal e as ações que Toledo tem realizado, sobretudo as relacionadas ao ensino em tempo integral, presente em cinco escolas (Carlos João Treis, Ivo Welter, Caic, Waldyr Becker e Walmir Grande).

Acompanhada pelos assessores pedagógicos Andreia Brunieri, Andreia Souza e Marcelo Sales e pela coordenadora em Educação Especial, Isa Brunieri, Neiva conheceu a estrutura administrativa e os departamentos da Smed. Em seguida, foram ao Paço Municipal, onde foram recepcionados pelo prefeito Beto Lunitti em seu gabinete, e ao Centro Integrado de Políticas Educacionais (Cipe).

Neste encontro com Lunitti, a secretária de Educação de Toledo, Elisângela Batista, expressou sua alegria pela visita de sua “colega” ubiratanense. “Esta visita já estava sendo programada desde o início do ano e foi sendo adiada em virtude do agravamento da pandemia. Contudo, agora ela se tornou possível e está sendo muito importante esta troca de experiências e saberes”, avalia.

Neiva agradeceu a hospitalidade dedicada a ela e sua equipe. “Só temos a agradecer a receptividade, mal esperamos para que vocês também nos visitem para que possamos retribuir tanta gentileza. A exemplo do que ocorre aqui, assumimos no início do ano e estamos dispostos a incorporar mais conhecimento e inovação à nossa forma de trabalhar, buscando entender, por exemplo, como Toledo atua em relação ao ensino em tempo integral”, comenta.

O prefeito Beto Lunitti falou sobre os projetos na área da Educação que constam em seu plano de governo: Rede de Proteção ao Educando, Professor Pesquisador, Teia dos Saberes e Escola Ativa. “Não queremos só uma educação de qualidade, queremos uma educação de excelência, de forma que o nosso aluno esteja mais bem preparado para os desafios da vida estudantil e profissional quando sair do 5º para o 6º ano do Ensino Fundamental. É uma proposta ousada, mas eu confio na equipe que montei para colocar essas ideias em prática. A Educação de Toledo está nas mãos de pessoas inovadoras, realmente dispostas a romper paradigmas”, destaca.

TOLEDO