Conselho de Saúde busca por atendimento com qualidade ao cidadão

Uma das finalidades do Conselho Municipal de Saúde de Toledo (CMST) é prezar pela qualidade ao atendimento à população. Durante a última reunião ordinária do órgão – realizada na noite de terça-feira (25) – essa foi uma das abordagens dos conselheiros, principalmente quando esse atendimento é realizado em Unidade Básica de Saúde (UBS).

Uma das informações apresentadas durante a reunião é na Unidade do Jardim Porto Alegre, os usuários estariam indo para as filas por volta das 3 horas em busca de uma consulta com o médico e mesmo assim nem todas as pessoas conseguiam o atendimento. A informação apresentada é que a médica daquela Unidade – de 30 horas – foi encaminhada ao Pronto Atendimento Municipal Doutor Jorge Nunes (PAM/Mini Hospital)

Já na UBS do Jardim Pancera, a problemática está relacionada a internet. Na reunião, a informação era que sistema estaria fora do ar. Tal situação refletia no atendimento prestado pelo profissional, que não conseguiria solicitar a requisição do exame do paciente, conforme relatado na reunião.

Segundo a diretora da Rede de Atenção Primária, Sirlene Dela Torre – que também é conselheira – aquela Unidade apresentou problema na fibra ótica e a equipe responsável pela internet é uma empresa terceirizada. “Assim que tivemos conhecimento do problema, a empresa foi comunicada. Todos os encaminhamentos cabíveis foram realizados”.

Sobre a solicitação de exame, Sirlene comentou que os médicos estão sendo orientados a realizarem a prescrição de maneira manual. “Quando o sistema retorna, as informações são adicionadas ao prontuário do paciente. Contudo, depende de cada situação, pois em alguns casos, existe a necessidade do médico acessar o prontuário do paciente no sistema”.

ENCAMINHAMENTOS – Após as apresentações das demandas, os conselheiros decidiram em realizar visitas nas Unidades. Eles pretendem conhecer as atuais demandas e com o objetivo principal em melhorar o serviço. Atualmente, o Município tem uma cobertura em Atenção Básica de em média 90%. Além disso, no período de pandemia, diversos servidores foram afastados da linha de frente, entre médicos, enfermeiros e outros profissionais.

Ainda conforme pontuado na reunião do Conselho, alguns médicos das UBSs foram encaminhados para as Unidades Sentinelas devido a pandemia. Diante dos dados do Boletim Epidemiológico do Coronavírus, existe a tendência em reforçar esse atendimento.

Durante a reunião ordinária do Conselho também foi mencionado que desde o começo da pandemia, todas as Unidades devem atender qualquer paciente, independente do local de origem. Diante do cenário, os conselheiros abordaram a necessidade de contratar médicos para atender a demanda de Toledo.

De acordo com Sirlene, o Município está com um PSS aberto. O gestor começou a realizar o chamamento. Além disso, um concurso público também foi realizado. São vagas para médicos em diferentes especialidades.

Na reunião, os conselheiros comentaram sobre a possibilidade de realizar novas contratações com o recurso financeiro destinado ao enfrentamento da Covid-19. Foi esclarecido na reunião que o gestor pode contratar o médico, mas ele deve atuar na linha de frente da Covid-19.

MELHORIAS – De acordo com o presidente do CMST Teomar Roque Jantsch, diante das demandas apontadas durante a reunião, o Conselho fará os encaminhamentos cabíveis para cada área competente. “Nós cobraremos do gestor a solução ou uma resposta plausível”.

Jantsch salienta que o Conselho sempre busca por melhorias na qualidade de vida do cidadão. “Sempre queremos o melhorar para a população, mas em função da escassez de recursos, também compreendemos o atual cenário. A carência de profissionais na área de saúde é grande e o setor público tem essa dificuldade. Compreender o cenário é um desafio do Conselho”.

Os conselheiros ainda abordaram as propostas apresentadas na Conferência Municipal da Saúde, pois o documento precisa ser revisado e as demandas não atendidas encaminhadas ao Executivo para compor o Plano Plurianual (PPA). Também esteve em pauta na reunião, três novos conselheiros que passaram a integrar o grupo; a substituição de um membro da mesa diretiva; a possibilidade de intensificar a fiscalização no Município com relação ao enfrentamento a Covid-19 e os trabalhos realizados pelo COE.

Da Redação

TOLEDO