Covid-19 pediátrica: momento de alegria e esperança para as famílias

“Acreditamos que a vacina pediátrica contra a Covid-19 protegerá as nossas filhas”, essa é a afirmação de Julvana Gonçalves Netto, mãe das gêmeas Nayara e Victória Gonçalves Netto. Ela acompanhada das filhas e do esposo Sebastião Carlos vacinaram a pequena Nayara que possui paralisia cerebral e é tetraplégica. Nayara é o símbolo da campanha de vacinação das crianças de Toledo, já que ela foi a primeira criança a ser vacinada contra a Covid-19 no município. O início da imunização dos menores começou às 16 horas de ontem (18).

Um momento de alegria, entusiasmo e esperança para todas as famílias. Julvana e Sebastião são professores da Secretaria Municipal de Educação (Smed) e eles aguardavam por importante momento. “Durante a pandemia, nós decidimos ficar o tempo todo em isolamento para protegermos as nossas filhas”.

Julvana complementa que a família somente saía de casa diante da necessidade. “Eu e meu esposo já tomamos as duas doses de vacina contra a Covid-19, mais a dose de reforço. Agora, as nossas filhas serão imunizadas. Acreditamos que caso elas sejam contaminadas, as meninas conseguirão passar pela doença e em um quadro menos grave”.

ESPERANÇA – A vacinação infantil contra a Covid-19 iniciou ontem e devem ser imunizadas 13.268 crianças no município. O objetivo principal da vacina é reduzir o risco individual de internações e mortes. Mas, secundariamente, a vacina também vai ajudar a reduzir a transmissão para outras pessoas.

Conforme o prefeito de Toledo, Beto Lunitti, A pequena Nayara é o símbolo da conquista da ciência em relação ao processo de imunização contra a Covid-19. “Desde o início da vacinação, o Município teve um destaque vacinal importante, devido aos avanços que tivemos em decorrência do estudo observacional da Pfizer. Hoje [ontem] entramos neste circuito de vacinação das crianças que começam por comorbidades, seguem pela idade decrescente, enfim”.

Beto Lunitti salienta que o cronograma vacinal será apresentado de forma organizada a cada dia. “Orientamos e solicitamos para as famílias que tragam os seus filhos para a vacinação”, menciona o prefeito ao complementar que cada família tem a prerrogativa e a liberdade de decidir se irá imunizar a criança ou não.

O gestor ainda pondera que o Município reconhece que o índice de proteção da vacina tem sido satisfatório para a sociedade. “Agora é a vez das crianças e desejamos imunizá-las. Observamos que Toledo vive um momento de contaminação intenso, até mesmo por conta da nova variante, porém o estudo tem nos mostrado que a vacina funciona”.

Por fim, o prefeito destaca que Toledo vive um momento histórico e de esperança. “Em fevereiro, nós teremos o começo das aulas e desejamos que elas sejam presenciais. Com isso, a primeira dose já se torna importante, porque é uma segurança a mais para os nossos pequenos. A administração tem como objetivo cumprir todas as etapas de imunização e assim teremos uma população 100% vacinada. A Secretaria Municipal de Saúde, o Governo do Estado com a coordenação regional seguem o Plano de Vacinação, assim será com as crianças. Estou feliz e cheio de esperança por dias melhores”, finaliza o prefeito de Toledo, Beto Lunitti.

Da Redação

TOLEDO