Covid-19: Toledo e Assis atingem 100% da capacidade de leitos públicos de UTI

“Vivemos o pior momento da pandemia em relação a ocupação de leitos Covid-19”, essa é a afirmação do diretor da 20 Regional de Saúde de Toledo Alberi Locatelli na manhã deste domingo (21). Hoje, a taxa média de ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) atingiu a sua capacidade máxima.
Em Toledo, na Associação Beneficente de Saúde do Oeste do Paraná (Hoesp), mantenedora Hospital Bom Jesus, os 24 leitos estão com pacientes.
Em Assis Chateaubriand a situação é semelhante na Associação Hospitalar Beneficente Moacir Micheletto. A unidade possui 28 leitos para atender pacientes com a doença e todos estavam ocupados.
Locatelli revela que quatro leitos de UTI daquele hospital, na última sexta-feira (19), precisaram de bomba de infusão. “Conseguimos com os municípios parceiros. Foi o tempo de fornecer as bombas e sábado (20) lotou”.
O diretor lamenta a falta de colaboração da população. “Parece que algumas pessoas não observam essa situação. Enquanto isso, outras pessoas ‘pagam’ com suas vidas”.
Até o fechamento desta matéria, os dados da Macro Oeste não haviam sido divulgados, mas a situação já estava crítica no sábado.

Da Redação
TOLEDO