Covid-19: Vigilância Sanitária e forças de segurança fiscalizam Toledo

Até o começo da noite de sábado (27), os profissionais da Vigilância Sanitária de Toledo emitiram 24 notificações, de acordo com a Assessoria de Comunicação do Município. Durante as ações, os fiscais visitaram comércios, conveniências de postos, serviços de estéticas e lojas diversas.
A Assessoria ainda informa que existe a articulação das forças de segurança e a fiscalização sanitária está atuando. O decreto tem seus apontamentos e telefones para denúncias. “As situações pontuais precisam ser denunciados no 153 para uma ação localizada”.
No sábado, a movimentação no Autódromo de Toledo, localizado nas proximidades da BR-163 no trecho entre Toledo e Quatro Pontes, chamou a atenção de muitas pessoas. Informações apontam que até o começo da tarde de sábado, 50 denúncias teriam sido efetivadas. No local deveria acontecer o 1º Paranaense Toledo de Arrancada 2021 no sábado e no domingo (28). A Assessoria de Comunicação de Toledo entrou em contato com o secretário de Segurança e Trânsito de Toledo Arthur Almeida e, conforme o secretário, o evento não aconteceu. O secretário relata que durante o sábado a movimentação era a desmontagem das estruturas.

FISCALIZAÇÃO – As equipes do 19º Batalhão da Polícia Militar (BPM) e da Guarda Municipal de Toledo realizaram, na noite de sexta-feira (26), uma operação de trânsito e abordagens, dando continuidade a Operação Vida.
Entre as ações, as equipe realizaram abordagens e bloqueio de trânsito nas proximidades do Parque do Povo. “Uma demanda da comunidade local em virtude de várias situações envolvendo veículos com som alto, consumo de drogas e bebida alcoólica combinados com direção perigosa”, informa a Comunicação Social do 19º BPM.
Os policiais recolheram oito motocicletas e seis automóveis, sendo realizados três flagrantes por embriaguez ao volante e outras cinco notificações a condutores que dirigiam alcoolizados. No total foram realizadas 36 autuações por motivos diversos.

PREVENÇÃO – A Operação Vida tem como objetivo a prevenção e, consequentemente, a redução dos crimes contra a vida, inclusive o feminicídio. Ela é desenvolvida no Plano Estadual e está atuando na área do 19°BPM, “em especial naqueles municípios em que houve o aumento do índice de mortes violentas, com base na análise criminal do Estado do Paraná”, destaca a Comunicação Social do Batalhão.
Desse modo, o foco da Operação Vida é a saturação nestes municípios ou bairros para oferecer maior segurança para a população do Paraná. O Disque denúncia é 181.

Da Redação
TOLEDO