Deixar de fumar agora pode ser a construção de um futuro mais saudável

Com as medidas de distanciamento social, a mudança de rotina, o medo de adoecer e a preocupação com o futuro são questões mais do que suficientes para mexer com a saúde mental de qualquer pessoa. E quando o assunto é tabagismo, o cuidado com as emoções é ainda mais importante, pois o hábito de fumar vai muito além da dependência química.

Não é difícil se deparar com pessoas que encontram no vício uma espécie de refúgio. Em entrevista ao Saúde Brasil, Beatriz Ávila, psicóloga residente no Programa de Residência Multiprofissional em Saúde do Adulto e do Idoso do Hospital Universitário de Aracaju (SE), vinculado à Rede Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (EBSERH), comentou sobre a dependência psicológica, que está justamente relacionada à função que o vício exerce na vida.

Nesse sentido, o fumante atribui ao cigarro a capacidade de oferecer a ele um momento de relaxamento. Fumar se torna uma alternativa para escapar das emoções desagradáveis. Quando pensamos sobre os gatilhos que podem ser potencializados em uma pandemia, como a da Covid-19, o cigarro surge como uma possível válvula de escape para a vivência de situações desagradáveis, tornando-as mais toleráveis.

Pode parecer até mais difícil pensar em parar de fumar considerando esse contexto em que estamos vivendo. Até porque os sintomas da abstinência não são fáceis e variam de acordo com o tempo que a pessoa fuma. Mas apesar de desafiador, é uma decisão que vale a pena!

Segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA), o tabaco causa diferentes tipos de inflamação e prejudica os mecanismos de defesa do organismo. Por esses motivos, os fumantes têm maior risco de infecções por vírus, bactérias e fungos. Além disso, o contato constante das mãos com a boca durante o ato de fumar também é um fator de risco. No caminho oposto, deixar o cigarro pode reduzir o risco de desenvolver a forma mais severa da Covid-19.

Nesse sentido, levando em consideração os riscos que o tabagismo já oferecia somados aos que aumentam por conta da pandemia, é super válido fazer desse momento uma espécie de gatilho do bem. Dessa vez, para dar um adeus definitivo ao cigarro.

 

DICAS – Se você curtiu essa ideia e não sabe por onde começar, o INCA possui um material com um passo a passo completo para te ajudar nessa jornada contra o cigarro que está disponível NO SITE https://www.inca.gov.br/sites/ufu.sti.inca.local/files/media/document/voce-quer-parar-de-fumar.pdf. Mas se você já começou esse processo, seguem abaixo algumas dicas para lidar com a abstinência.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *