Desafio reúne mais de 400 ciclistas em prol da solidariedade

As estradas da região Toledo foram tomadas por ciclistas no último fim de semana. Cerca de 475 atletas – amantes do pedal – participaram do Desafio Solidário 500 KM, uma iniciativa dos grupos de ciclistas de Toledo com o apoio da Secretaria de Esportes e Lazer. Além do pedal, os ciclistas arrecadaram mais de 2.600 litros de leite que foram doados ao Hospital Bom Jesus.

Participaram do Desafio ciclistas das categorias mountain bike e speed, iniciantes e avançados. As equipes foram divididas em duplas, trios, quartetos, sextetos e até grupos com dez pessoas. Eles deveriam completar a somatória de 500 KM em dois dias, entre sábado (22) e domingo (23). Ao final do Desafio foram contabilizados 31.639 km percorridos.

A ciclista Gesliani Biggi Delfim é uma das atletas que se inscreveu no desafio. Ela participou com duas equipes. No sábado, ela pedalou 66 km com a equipe Sexto Sentido percorrendo os distritos de Novo Sarandi, Vila Nova e Novo Sobradinho. E no domino Gesliani participou com a equipe Seven Bikers e fez um trecho de 35 km entre Toledo e São Luiz do Oeste, totalizando 101 km. “Foi um prazer participar deste desafio, porque eu gosto de praticar atividade física, isso traz muitos benefícios para mim. Mas, a parte mais significante foi poder ajudar ao próximo com a doação de leite para o Hospital Bom Jesus”.

SUPERAÇÃO – Anderson Luiz Carleto, mais conhecido pelo sobrenome Carleto, também se aventurou no desafio e completou os 500 KM sozinho. Na verdade foram 513,58 km percorridos em 20h44. O atleta passou por cidades como Assis Chateaubriand, Jesuítas, Nova Aurora, Diamante do Oeste, Corbélia, Cascavel, Vera Cruz, Santa Helena, Entre Rios do Oeste, Pato Bragado, Marechal Cândido Rondon, Nova Santa Rosa e Maripá. “Eu já tinha a intenção de percorrer 500km de bike e aproveitei a oportunidade do desafio lançado”.

O atleta pedala há oito anos e já participou de provas de 300 km. Para o desafio ele se preparou durante a semana. No dia do desafio, Carleto enfrentou um pouco de chuva, frio e neblina, porém não teve contratempos como pneus furados ou problemas mecânicos. Além da quilometragem percorrida, o atleta também arrecadou 1.012 litros de leite. O Desafio Solidário foi uma experiência que marcou a sua vida.

“É uma sensação única. Foi meu maior incentivo para completar essa quilometragem extensa. Pedalar é algo do meu dia-a-dia; é um prazer para mim. Utilizar isso como uma ferramenta de solidariedade e amor ao próximo foi sensacional”, comenta o ciclista.

SOLIDARIEDADE – A responsável pela equipe organizadora do evento Sandra Schossler esclarece que o evento foi um sucesso e superou as expectativas. “O que mais chamou a atenção foi a motivação dos ciclistas. Foram 55 equipes inscritas e 475 atletas de Toledo e região. Eles aproveitaram para fazer uma atividade que gostam, que é pedalar, e ainda ajudaram uma entidade. O trabalho social teve um significado diferente”.

As caixas de leite arrecadadas no Pedal Solidário foram entregues, na tarde de segunda-feira (24), para o Hospital Bom Jesus. Foram mais 2.600 litros de leite que ajudarão a entidade nas próximas semanas. “Agradecemos a todos que se envolveram. Esta foi uma ação dos ciclistas de Toledo e teve toda essa repercussão por conta da motivação de cada atleta”, pontua Sandra.

A superintendente da Associação Beneficente de Saúde do Oeste do Paraná (Hoesp), mantenedora do Hospital Bom Jesus, Zulnei Bordin, conta que estas doações ajudam o Hospital continuar com a missão de atendimento à população da região. “Como os recursos do Sistema Único de Saúde (SUS) cobrem apenas 50% do custo, as doações vem somar muito no custeio da entidade”, conclui.


Carleto completou o desafio dos 500 KM sozinho – Foto: Divulgação

Da Redação

TOLEDO