Dia Nacional do Livro Infantil: ação incentiva a leitura e resgata histórias clássicas

No último domingo (18), foi comemorado o Dia Nacional do Livro Infantil. A data é uma referência ao nascimento, em 1882, do escritor Monteiro Lobato, considerado pai da literatura infantil brasileira. Diversas ações são realizadas para celebrar a data, as obras de Lobato e estimular a leitura entre as crianças.

Na semana passada, a Biblioteca Pública Municipal de Toledo realizou diversas atividades com o intuito de aproximar as crianças dos livros infantis. Personagens do Sítio do Pica-pau Amarelo, um clássico de Monteiro Lobato, foram expostos na Praça Willy Barth junto da estátua do escritor durante a semana chamando a atenção para as obras de um dos autores mais querido da garotada. Além disso, painéis trouxeram informações de como cuidar dos livros.

No sábado (17), a equipe da Biblioteca em parceria com a Secretaria da Cultura realizou uma ação no CEU das Artes com contação de histórias, pintura, entre outras atividades. No domingo (18), foi transmitido na página da Biblioteca no Facebook uma adaptação da história A Pílula Falante de Monteiro Lobato.

E no encerramento das atividades, a equipe da Biblioteca distribuiu 120 livros infantis na região da Praça Willy Barth, na última segunda-feira (19). Os livros foram adquiridos através de uma doação da servidora aposentada Nancy Bragato Futagami que trabalhou durante anos na Biblioteca Municipal.

INCENTIVO – O bibliotecário responsável pelas Bibliotecas Públicas Municipais de Toledo, Hamã Candido Carvalho Lopes comenta que as atividades foram importantes para resgatar as histórias e estimular o gosto pela leitura entre a garotada. “Apesar da Biblioteca estar fechada neste momento por conta do decreto, o interesse das crianças pelos livros é muito bom. E com essas ações conseguimos levar os livros, as histórias e os personagens infantis para mais perto das crianças”.

Além das obras de Monteiro Lobato, os livros das autoras Ruth Rocha e Ana Maria Machado estão entre os preferidos da garotada. A Biblioteca Pública, no Centro, conta com 38.560 livros (acervos geral e infantojuvenil) e 3.780 exemplares na Gibiteca. A unidade que fica na Vila Pioneiro tem 15.174 livros (acervos geral e infantojuvenil) e 5.004 na Gibiteca.

Mesmo sem data para reabrir as portas para atendimento ao público, Lopes enfatiza que os pais podem incentivar e motivar seus filhos a leitura dos livros em casa. “A leitura é boa para o desenvolvimento das crianças e só assim conseguiremos fidelizar futuros leitores e frequentadores das bibliotecas”, conclui.

Da Redação

TOLEDO