Em visita a Toledo, parlamentar assume compromissos com o município

A busca por apoio em projetos para atender as necessidades dos toledanos motivou a vinda do deputado federal Sérgio Souza a Toledo nesta quinta-feira (22). Durante o encontro realizado no Auditório Acary de Oliveira, na Prefeitura, a administração municipal entregou diversos ofícios apontando ações de governo que necessitam de apoio junto a órgãos ligados ao Governo Federal.

De acordo com o prefeito Beto Lunitti, o falecimento do deputado federal José Carlos Schiavinato deixou uma lacuna na articulação política junto ao Governo Federal e Toledo precisa buscar novos meios para esta articulação. “Sob o ponto de vista de quem mora aqui, não temos mais a presença cotidiana de um deputado em Brasília. Agora contamos com você [Sérgio Souza] na  defesa dos interesses do município”, comentou.

O momento político vivido em Toledo foi destacado pelo vice-prefeito Ademar Dorfschmidt. “Reunimos muitos atores da política local [vereadores e vereadoras] em um momento harmonioso. Todos estão sendo atendidos de forma respeitosa e isso traz benefícios para a sociedade que vê seus anseios sendo atendidos”. Ademar ainda acrescentou que Toledo não pode ficar ‘órfão’ com o falecimento de Schiavinato. “Quase 150 mil toledanos contam com você [Sérgio Souza] para ser nossa referência na capital federal”, frisou.  

A Câmara de Vereadores foi representada por diversos legisladores, entre eles o presidente da Casa, Leoclides Bisognin, que destacou a necessidade do apoio. “É preciso falar com conhecimento, nós sabemos as lutas a serem enfrentadas e esperamos que continue olhando para Toledo, agora de forma mais efetiva. Nós contamos com você nas demandas que dependem do apoio do Governo Federal, você agora é nossa ponte”. 

Sérgio Souza lembrou que sua ligação com Toledo é antiga e tem laços fortes. “Militamos em diversas frentes, entre elas a luta pelo funcionamento do Hospital Bom Jesus. Hoje vim a Toledo para um bate papo e assumir mais responsabilidades pela falta do nosso deputado Schiavinato. Já tinha meus compromissos com Toledo e que agora serão ampliados”. Souza disse que a perda de Schiavinato causou um vácuo. “Estamos dispostos a ajudar na defesa de assuntos de Toledo”. 

O parlamentar também falou que tem se mantido atento sobre as questões do pedágio. “Temos o pedágio mais caro do mundo e sabemos a resistência dos paranaenses em relação a essa questão. Lutamos para não prorrogar as atuais concessões no Paraná. Houve pressão das concessionárias, para que fossem alongados os contratos. Sobre as novas concessões, o parlamentar disse ser defensor da licitação pela menor tarifa e afirmou ser contrário a uma praça de pedágio entre Toledo e Cascavel. “Rodovia já construída, duplicada, uma luta do estado e da sociedade do oeste paranaense”, concluiu.

Desenvolvimento Econômico

Durante o encontro em Toledo, a administração municipal entregou ofícios solicitando apoio do parlamentar na viabilização de recursos para diversas situações. Uma delas é para aquisição de instrumentos para o Aeroporto Municipal Luiz Dalcanalle Filho. A intenção é permitir a operação em qualquer situação climática. Foi solicitado apoio na captação de recursos para a aquisição de um Indicador de Trajetória de Precisão (PAPI) e uma Estação Meteorológica de Superfície (EMS-3). 

Cultura

Outro pedido é relacionado à continuidade das obras do Teatro Municipal de Toledo. De acordo com o pedido, é necessário aproximadamente R$ 2,8 milhões para finalizar a caixa cênica e atender outras necessidades para finalização do espaço interno. “Aquele espaço foi inaugurado em 1999, entretanto nunca teve sua caixa cênica finalizada, impossibilitando a realização de diversos tipos de espetáculos artístico-culturais”, disse o prefeito. Além disso, a Secretaria de Cultura busca aporte financeiro – R$ 1,6 milhão – para a reforma do Centro Cultural Oscar Silva, local que abriga, entre outras estruturas, a Biblioteca Pública Municipal. 

Educação

A continuidade de obras por meio do  Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) também foi apontada em um dos ofícios. Segundo o prefeito Beto Lunitti, existem pendências em contratos firmados entre o Governo Federal e o Município de Toledo. “Estamos solicitando o apoio junto aos órgãos responsáveis para darmos atenção a essa demanda que envolve quatro contratos, sendo três do programa Creche Pró-Infância [CMEIs Jardim Concórdia, Loteamento Jardim da Mata e Santa Clara IV] e o outro para o prédio da Escola Municipal Alberto Santos Dumont [Jardim Porto Alegre].

Saúde

Em relação à saúde, foi solicitada a possibilidade de que a gestão do Hospital Regional fosse feita pela Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), vinculada ao Ministério da Educação. “A conclusão do Hospital Regional foi politizada e judicializada, resultando nesse atraso que prejudica a todos, já que se trata de um benefício que irá atender uma população de aproximadamente meio milhão de pessoas. Diante disso, pedimos a intervenção de seu mandato no sentido de demandar, junto ao Ministério da Saúde e direção da Ebserh, a retomada dos entendimentos para a gestão deste hospital tão importante para a região Oeste do Paraná”, disse o vice Ademar Dorfschmidt, reforçando o compromisso desta gestão em colocar o Regional em funcionamento.

Desenvolvimento Econômico e Agropecuária

Em relação ao setor, a Prefeitura de Toledo busca parceria para a realização de um seminário internacional para mostrar o potencial da região em virtude da elevação de nível do Paraná, a partir de maio de 2021, como região livre de Febre Aftosa, sem a vacinação do rebanho, trará importante o que traz relevante impacto na economia paranaense, com o incremento da produção e a geração de emprego e renda. Esse seminário tem como objetivo debater e estimular ações em relação a produção sustentável, verticalização da indústria local, o cuidado com o meio ambiente e o aproveitamento dos subprodutos, como a biomassa, e a economia cíclica com sustentabilidade. A realização do evento se coloca dentro da programação que está sendo montada para a comemoração do 70o aniversário do Município de Toledo, em dezembro de 2022.

Unioeste

O diretor do Campus de Toledo da Universidade do Oeste do Paraná (Unioeste), Remi Schorn, também entregou solicitações referentes à infraestrutura para a entidade de ensino superior.

Da Prefeitura de Toledo-PR