Emdur encerra ano com mais de R$ 1 milhão em caixa

Foi positivo o fechamento da gestão 2017/2020 da Empresa de Desenvolvimento Urbano e Rural de Toledo (Emdur). A empresa encerra o período com R$ 1.773.000,00 em caixa e R$ 1.065.000,00 para receber, no próximo ano, em obras.

“Com o encerramento dos pagamentos de 2020 chegamos a um saldo em caixa de aproximadamente R$ 2 milhões contabilizando as obras previstas para o próximo ano que já têm nota fiscal emitida, medição e foram testadas”, pontua o diretor técnico da Emdur Rodrigo Bortolotto Salles.

Na avaliação de Salles, foi possível chegar a esse balanço satisfatório devido ao planejamento destes quatro anos de trabalho. Ele salienta que manter saldo positivo e, especialmente, ter obras já contratadas permitem que a Empresa tenha saúde financeira para se manter ativa e atendendo as expectativas.

FATURAMENTO QUE REFLETE INVESTIMENTOS – A Emdur presta trabalhos para a prefeitura de Toledo a pratica o menor preço possível. O faturamento da empresa neste ano foi R$ 32.700.000,00. Esse valor representa parte do montante em obras que o município executou e que ficam para atender a população.

“Esse valor está no asfalto rural, nos recapes asfálticos realizadas nas vias urbanas, na manutenção do Aterro Sanitário, nas galerias pluviais, nas calçadas, nas reformas e ampliações das escolas municipais, das Unidades Básicas de Saúde (UBSs) e entre outros trabalhos de manutenção dos espaços públicos que representam os investimentos que Toledo recebeu através da atuação da Emdur”, declara o diretor técnico.

EQUIPAMENTOS E SEU RETORNO – Segundo Salles, a gestão 2017/2020 investiu, aproximadamente, R$ 7 milhões em equipamentos; o principal deles foi a Usina de Asfalto. Além disso, houve a aquisição de veículos e outros equipamentos que visam promover melhorias no trabalho cotidiano.

“Com mais investimentos em equipamentos é possível mais melhorarias, pois isso resulta em menos custo com manutenção de equipamentos desgastados, por exemplo. Dessa forma, a empresa consegue melhores condições e redução de preço em relação aos serviços prestados ao município, ou seja, o custo final do trabalho acabe sendo menor”, explica.

PLANEJAMENTO QUE RENDE – O direto técnico acrescenta que iniciar 2021 com saldo positivo em caixa permitirá que os gestores tenham mais tempo hábil para iniciar o planejamento, veja novos contratos e dê andamento às obras sem precisar ficar parada por falta de recursos, pois o sistema, geralmente, abre após o dia de 20 de janeiro.

“O ideal é que a Emdur – quadro funcional – esteja direcionada pelo orçamento do município, visto que presta trabalhos exclusivamente para Toledo. Com planejamento é possível manter a saudável econômica da Emdur. Encarramos este período com a sensação de dever cumprido”, finaliza o diretor técnico.

Da Redação

TOLEDO