Ferramenta pioneira permite solicitar RG remotamente

Desde o início da pandemia da Covid-19, os atendimentos presenciais no Instituto de Identificação do Paraná estão suspensos. Como forma de facilitar e agilizar o atendimento ao cidadão, o Instituto de Identificação do Paraná lançou o serviço ‘2ª via Fácil’, que proporciona ao cidadão solicitar a reimpressão do seu RG ou ainda alterar a foto do documento.

O serviço é pioneiro no Paraná e possibilita ao cidadão fazer os requerimentos do conforto do seu lar ou através da praticidade de um celular com acesso à internet.

A modalidade é uma ampliação da ‘2ª via Rápida’, que agora tornou o processo mais fácil, como o próprio nome diz. E o serviço já foi aprovado por um leitor do JORNAL DO OESTE que relatou a equipe de reportagem a facilidade e agilidade para ter em mãos a segunda via do RG.

Para solicitar a 2ª Via Fácil no site do Instituto de Identificação do Paraná o cidadão deve inserir o número do seu RG e verificar se pode solicitar a 2ª Via Fácil sem necessidade de reapresentar seus documentos.

O serviço é possível para quem já teve seus dados digitalizados no Instituto de Identificação do Paraná (IIPR) ou no Detran/PR. A emissão será feita com base nas informações (foto, assinatura e impressão digital) já registradas no banco de dados do Estado. O site faz a leitura das possibilidades do requente, como a reimpressão do documento ou atualização de fotos.

“O serviço está disponível para todas as pessoas que têm RG a partir de 2012, período de digitalização do banco de dados do Instituto. É um avanço muito grande para o Estado do Paraná para desafogar a demanda que temos de requerentes no posto”, comenta a papiloscopista policial Kilza Rafaela Rosa.

 

REQUERIMENTO – O sistema tem uma tabela atemporal que é utilizada para selecionar algumas reimpressões. Crianças têm a reimpressão válida por três anos; adolescentes têm a reimpressão válida por cinco anos; e adultos com idades acima de 18 anos, tem a validade da reimpressão por até dez anos. O motivo dessas diferenças de prazos é o reconhecimento dos pontos faciais que necessita de atualização.

Na modalidade para atualizar foto, o RG deve ser recente (a partir de 2012). Rafaela reforça que o Instituto de Identificação não faz a 2ª via Fácil com atualização de foto para menores de 16 anos. “No site do Instituto tem todas as orientações para a fotografia do RG, seguindo as regras para as fotos presenciais, por exemplo sem uso de acessórios e outros itens que possam descaracterizar o cidadão”, esclarece.

Quando o documento estiver pronto e impresso é encaminhado até o posto de identificação solicitado pelo requerente que recebe uma mensagem no celular para retirar o documento no local. “Esse processo facilitou muito para o cidadão e para os servidores do Instituto de Identificação. Neste período de pandemia, quando devemos evitar aglomeração, o requerente solicita seu documento sem sair de casa de forma fácil e rápida”, conclui Rafaela.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *