Hospital de Alta Complexidade da Unimed será construído no Biopark

Foi anunciado nesta segunda-feira, 17, o projeto de construção de um Hospital de Alta Complexidade da Unimed no Biopark, em Toledo. A parceria entre as duas instituições contempla a doação de uma área de 20 mil m² pelo Biopark e um investimento de cerca de R$ 60 milhões por parte da Unimed. A estrutura deve atender, além da Região Oeste, o Norte, Noroeste e Sudoeste do Estado, incluindo cidades como Pato Branco, Guarapuava e Umuarama. 

Trata-se de um modelo de parceria inovadora para a Unimed, conforme explica o Presidente da Unimed Federação Paraná, Dr. Paulo Roberto Fernandes Faria. “Inicia hoje, um caminho inovador dentro de nossas iniciativas de recursos próprios, que é a construção de um Hospital de propriedade de todo o Sistema Unimed do Paraná. Isso é um protagonismo de vanguarda que permeia todo Sistema Nacional”. 

A instalação de um Hospital de Alta Complexidade coroa uma área do Parque destinada a um complexo de saúde que já conta com a presença da Universidade Federal do Paraná (UFPR), com o curso de medicina, e deve receber centenas de clínicas médicas e outros empreendimentos desta área.  

Segundo Luiz Donaduzzi, fundador do Biopark, o anúncio representa a força do Ecossistema para atrair grandes âncoras. “A vinda do Hospital Unimed é para nós um momento de muita alegria. Quando olhamos para tudo que foi feito aqui em cinco anos realmente nós não acreditamos. O Biopark é um território neutro e é justamente em função disso que atraímos a Unimed, então nós temos condições de atrair outros importantes equipamentos regionais. Esse Hospital vai permitir também que tenhamos um bom tratamento, que alunos possam estudar, pesquisadores fazerem pesquisa, então vai trazer todo um desenvolvimento junto com ele”, destaca. 

O Hospital terá 40 leitos e mais 20 de UTI e atenderá diversas especialidades. Ele já nasce com a proposta de atender alta complexidade, pelo número expressivo de leitos de UTI. Esse projeto representa um marco, não somente por sua estrutura física, mas por todo o trabalho realizado em conjunto, entre o Sistema Unimed e o Biopark. Nosso objetivo é iniciarmos os trabalhos no início de 2024”, explica o Diretor-Presidente da Unimed Costa Oeste, Dr. Hiroshi Nishitani. 

Para o Prefeito de Toledo, Beto Lunitti, o momento é um marco para a história do Município e de todo Paraná. “São propósitos que convergem, que estabelecem unidades e que fazem mudar territórios. Esse é um momento único, de refletir e compreender que é possível fazer diferente, fazer melhor, é possível fazer com excelência”, ressalta. 

A fundadora do Biopark, Carmen Donaduzzi, também enalteceu o momento. “Eu e o Luiz queremos deixar algumas coisas para Toledo e para a população. Já temos a indústria farmacêutica onde produzimos e vendemos medicamentos a preço justo e agora estamos trabalhando no Biopark. Prometemos que iríamos fazer o prédio da Faculdade de Medicina para que o curso continuasse em Toledo, para que as pessoas daqui, para que os filhos de Toledo tivessem acesso a uma Faculdade Medicina e está aí. E hoje nós estamos concretizando mais um compromisso”. 

Também estiveram presentes, Dr. Luis Francisco Costa, Diretor da Unimed Brasil, Dr. Adilson Bier, conselheiro-coordenador da Região 4 da Unimed Federação do Paraná, Alberi Locatelli, Diretor da 20º Regional de Saúde de Toledo, e que representou o Governo do Estado, além de autoridades municipais, regionais e estaduais, bem como representantes de toda esfera de saúde.  

As autoridades assinaram um contrato firmando a parceria entre as duas instituições e apresentaram ao público convidado, a grande placa em frente ao terreno onde o Hospital será construído.  

Fonte: Assessorias de Comunicação Biopark e Unimed Costa Oeste