Índice de empregabilidade ultrapassa os 94% entre alunos do Biopark

A área educacional é um dos pilares do Biopark e faz parte da estratégia do empreendimento para contribuir com o desenvolvimento da Região Oeste e torná-la referência na geração de empregos de alto valor agregado, pesquisa, inovação e também em empreendedorismo. Para que isso aconteça, há uma grande preocupação em oferecer capacitações que realmente preparem o aluno para o mercado de trabalho e para o universo dos negócios.

Por meio da aplicação de metodologias ativas de ensino, a sala de aula se transforma em um ambiente de construção conjunta do saber. Isso acontece pois os alunos são desafiados a trabalharem em projetos desde o primeiro dia de aula, realizando a conexão imediata entre o conhecimento teórico e a prática. Também é estimulado a todo momento o trabalho em equipes, o que contribui para o desenvolvimento de habilidades de convivência, resolução de problemas e exercícios de liderança. No Biopark, a área de Educação faz parte do mesmo ecossistema em que já estão instaladas mais de 80 empresas, o que contribui para que demandas e problemas reais possam ser levados para as aulas.

“Temos muitos exemplos de projetos desenvolvidos por alunos e que geraram grande impacto positivo em empresas de Toledo. Podemos afirmar que o aluno é realmente o protagonista e isso reflete diretamente em sua formação como profissional”, declara Taiana Grespan Pensin, professora e coordenadora do processo seletivo do Biopark Educação/Polo UniAmérica.

Quando as metodologias ativas de ensino são utilizadas, o professor se fortalece como facilitador da aprendizagem, podendo acompanhar de forma mais próxima os resultados alcançados enquanto os projetos são executados, ajudando os alunos a encontrarem as melhores estratégias de estudo. Entre os resultados, destacam-se o índice de empregabilidade em mais de 94% e a eliminação da evasão durante o curso.

“As empresas não querem apenas pessoas que tenham um bom conhecimento cognitivo, elas querem pessoas que tenham outras habilidades, que saibam lidar com diferentes situações e trabalhar em equipe, e isso é trabalhado por meio da nossa metodologia de ensino. Esse processo tem dado certo, pois são selecionadas pessoas que realmente se identificam com a área e isso tem refletido em nosso baixíssimo índice de evasão, além no sucesso desse profissional”, explica Taiana.

O processo seletivo também se difere do tradicional. Em vez de uma prova apenas, o inscrito participa de aulas preparatórias relacionadas à graduação escolhida e só depois faz uma prova com conteúdos específicos do curso escolhido. Se aprovado na etapa objetiva, o futuro acadêmico também participa de dinâmicas voltadas à identificação de soft skills – competências sociais, emocionais e mentais.

 

“O nosso processo seletivo acontece de uma maneira diferenciada porque consideramos que uma prova geral abordando diversas áreas não é suficiente para dizer se o aluno está preparado ou não para fazer o curso. Por isso optamos por fazê-lo em duas etapas e focar no que vai ser mais relevante para o aluno”, enfatiza Taiana.

 

CURSOS – O Biopark Educação/Polo UniAmérica oferta atualmente cursos de graduação em Análise e Desenvolvimento de Sistemas, Administração e Farmácia, além de Curso Técnico em Farmácia. As inscrições para o ano letivo de 2021 estão abertas e vão até o dia 20 de novembro. Os interessados em saber mais podem acessar http:// www.biopark/educacao ou entrar em contato pelos telefones (45) 2036-3607 e (45) 45 99114-8284 (WhatsApp). A prova objetiva será no dia 13 de dezembro. O valor da inscrição é de R$100,00.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *