Jovens envolvidos na Missão Calebe realizam atividades sociais em Toledo

No mês de julho, um grupo de jovens realiza ações comunitárias, no Distrito de Bom Princípio. Eles fazem parte do Projeto Missão Calebe, um programa voluntário, de serviço social e testemunho que desafia os jovens adventistas a dedicarem parte das suas férias ao trabalho missionário.

Na última sexta-feira (16), parte do grupo se deslocou até a Unidade de Coleta e Transfusão (UCT) de Toledo para fazer a doação de sangue, mais uma etapa do projeto e um ato de amor ao próximo.

A voluntária Camila Inácio da Silva fez a doação de sangue pela primeira vez. Ela conta que a experiência foi tranquila e ficou muito feliz em poder ajudar ao próximo com uma ação muito simples.

“Eu já participei outras vezes do Projeto Missão Calebe e, desta vez, eu quis fazer uma ação diferente. Foi boa essa experiência e pretendo doar sangue em novas oportunidades”, cita a participante Camila ao complementar que se sente feliz em atender a comunidade através de várias ações.

ATIVIDADES – Além da doação de sangue, em Bom Princípio, os jovens estão envolvidos em várias atividades sociais. “Nós estamos realizando arrecadações e distribuições de roupas, cobertores e alimentos na comunidade, também trabalhamos voluntariamente na construção de uma casa para uma família carente e na colônia de férias com as crianças da comunidade”, explica o líder do projeto em Toledo Wandley Carlos Junior Silvestre.

Além dos trabalhos comunitários, os jovens da Missão Calebe também realizam serenata para as famílias da comunidade. Todas as atividades são desenvolvidas respeitando as medidas e os protocolos de segurança contra a Covid-19. “Essa é uma forma de levar carinho e esperança neste momento delicado que vivemos”, comenta o pastor e Líder de Jovens Adventistas na região Oeste, Rodolfo Guilherme Hotz Kalschne.

O PROJETO – O Projeto Missão Calebe se tornou o maior movimento de jovens adventistas dos últimos anos. Ele acontece simultaneamente em toda América do Sul e na região Oeste do Paraná são 1.700 jovens envolvidos. Em Toledo são 40 pessoas participando das ações. O projeto acontece todos os anos durante as férias de verão e de inverno.

Da Redação

TOLEDO