Mais de 10 mil alunos retornarão às aulas no modelo presencial no NRE

Professores e alunos da rede estadual de ensino estão em recesso escolar, de acordo com o calendário escolar deste ano. Os professores retornam para estudo e planejamento na próxima segunda-feira (19) e as atividades seguem até terça-feira (20). Os estudantes voltam às aulas no dia 21 de julho. No Núcleo Regional de Educação (NRE) de Toledo, a expectativa é que aproximadamente 10 mil alunos retornem no modelo presencial. A rede possui em média 30 mil estudantes.

A chefe do NRE Neiva Marques de Andrade Miero explica que o modelo híbrido será mantido e as atividades presenciais acontecerão conforme a realidade de cada unidade escolar. “Nós temos professores do grupo de risco que ainda permanecem no trabalho remoto, assim como outros servidores”, afirma Neiva ao complementar que algumas escolas vão retomar o atendimento de Educação Profissional, os Colégios Agrícolas vão retornar com a turma de formandos, enfim, cada escola tem a sua organização e ela é de acordo com a sua realidade. “A nova Resolução publicada nesta semana deve dar novo andamento nas atividades”.

NOVA RESOLUÇÃO – Nesta semana, a Secretaria da Educação e do Esporte (Seed) publicou a Resolução nº 3.047/2021, a qual estabelece o retorno dos servidores em exercício na sede da Secretaria de Estado da Educação e do Esporte, nos Núcleos Regionais de Educação e nas instituições de ensino da rede estadual.

De acordo com a chefe do NRE de Toledo, com essa Resolução, os servidores afastados ou em regime de teletrabalho, que estejam imunizados com o esquema vacinal completo há pelo menos 30 dias, deverão retornar às atividades presenciais. Neiva acredita que essa alteração poderá dar novo ritmo às atividades.

Ela salienta que os servidores afastados ou em regime de teletrabalho, que ainda não tenham completado o esquema vacinal deverão retornar às atividades presenciais no prazo de 30 dias, a contar da última dose da vacina contra a Covid-19. Já, as servidoras gestantes de qualquer idade gestacional, ainda que imunizadas, deverão realizar as atividades em regime de teletrabalho e as servidoras lactantes de crianças com até seis meses, ainda que imunizadas, poderão realizar as atividades em regime de teletrabalho.

A Resolução determina que os servidores não imunizados contra a Covid-19 que se enquadram nos grupos de risco deverão comprovar a condição às suas chefias imediatas, que ficarão responsáveis por descrever as atividades a serem desempenhadas e as metas a serem atingidas.

Além disso, as regras estabelecidas na Resolução, se descumpridas, ensejarão abertura de Sindicância ou Processo Administrativo Disciplinar, sob pena de configuração de falta administrativa.

“Nós encaminhamos essa Resolução para todos os Colégios do NRE. Assim, nós conseguiremos fazer um levantamento do número de servidor que poderá voltar a exercer sua atividade e quem ainda permanece em teletrabalho. Trabalhadores da limpeza, da merenda, professores, entre outros estão afastados de suas atividades. Com o retorno desse servidor, conseguiremos atender mais estudantes”, afirma a chefe do NRE de Toledo ao complementar que diante dessa orientação da Seed é possível solicitar a informação médica.

De maneira informal, muitos servidores do Núcleo de Toledo devem tomar a segunda dose da vacina ainda neste mês. Com isso, o retorno aconteceria somente em agosto.

ATENDIMENTO – Enquanto isso, após o recesso de julho, o modelo híbrido será mantido com o rígido protocolo de segurança para a prevenção da Covid-19. As medidas envolvem distanciamento de 1,5 metro entre os alunos, disponibilização de álcool em gel além de reforço na obrigatoriedade do uso de máscara. Também é aferida a temperatura de alunos e de funcionários na entrada do Colégio.

Neiva pondera que as aulas no ensino remoto via Google Meet continuarão e também pelas plataformas digitais do Aula Paraná, na TV aberta e no YouTube, além do kit pedagógico impresso.

Para este semestre, conforme a chefe do NRE de Toledo, está previsto o desenvolvimento de um projeto de inglês e ações para a prova do

Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb) serão intensificadas. A avaliação deve acontecer no dia 8 de novembro deste ano.

Da Redação

TOLEDO