Nova sede do Creas II será implementada no Jardim Porto Alegre

A partir de 2021, Toledo contará com uma nova sede para o Centro de Referência Especializado em Assistência Social (Creas) II. O prefeito Lucio de Marchi assinou, na tarde de terça-feira (22), a Lei “R” nº 95, de 22 de dezembro de 2020, que altera a legislação que autorizou o Executivo a firmar e a cumprir acordo para indenização de imóveis destinados à implantação do Centro. A breve solenidade contou com as presenças das servidoras e técnicas da Secretaria de Assistência Social e Proteção à Família.

Atualmente, o Creas II está localizado em um espaço alugado, localizado na rua Raimundo Leonardi. A partir da conclusão dos trâmites, o Creas II será instalado na esquina das ruas Paraná e Porto União, no Jardim Porto Alegre e será chamado de Ivone Maria Rotta.

Durante a assinatura, o prefeito Lucio de Marchi recordou que o imóvel seria, a princípio, destinado para a adequação em uma capela mortuária. “No entanto, compreendi que o local se adequaria melhor as demandas que o Creas II virá a ter”. O gestor salientou que será iniciada o processo de aquisição de mobília e de equipamentos necessários para o atendimento em um espaço mais amplo.

A secretária da pasta Marília Borges Leite pontuou que a equipe tem buscado estruturas no município para atender o Creas II. “A atual estrutura não comportava mais os serviços. Além disso, a equipe ampliou nos últimos anos. Por sua vez, o novo imóvel irá contemplar as necessidades do Centro”.

Marília salientou que o processo para a aquisição foi elaborado e ele é conquista da equipe da Secretaria. “Nós conseguimos realizar por uma exigência do Poder Judiciário e do Ministério Público (MP) e para garantir a qualidade no atendimento”.

SERVIÇOS – De acordo com a coordenadora do Creas II Clarice Ana Ruedieger, o atual espaço, que é alugado, impossibilitava os serviços no sentindo de promover um atendimento de qualidade para a população. “Os atendimentos necessitam de salas adequadas, com privacidade nas informações e nas vidas das pessoas assistidas”.

Com a nova estrutura física, Clarice salientou que a equipe conseguirá organizar e qualificar melhor o atendimento. “Assistente social, psicólogo, educador social e advogado são alguns dos profissionais que prestam atendimento”.

Além disso, com um espaço mais amplo, a coordenadora explicou sobre a possibilidade de ampliar os atendimentos. “Durante a pandemia, a equipe também colaborou no alojamento provisório, no auxílio alimentação nos Cras. Nós também tivemos que adequar os atendimentos. Alguns foram presenciais, outros descentralizados, por contato telefone ou por tele-atendimento do sistema”.

INVESTIMENTOS – O Creas II constitui-se em unidade política estatal, de prestação de serviços especializados e continuados a indivíduos e famílias com seus direitos violados. O Centro promove a articulação de esforços, recursos e meios para enfrentar a dispersão dos serviços de média complexidade e potencializar as ações para seus usuários. Entre os objetivos principais da estrutura, destaca-se o enfrentamento das diversas formas de violências registradas contra crianças e adolescentes, idosos, pessoas com deficiência ou população em situação de rua.

O prefeito de Toledo Lucio de Marchi disse que em seu mandato procurou ter um ‘novo olhar’ na Assistência e realizou melhorias nos estabelecimentos. Na ocasião, ele citou o Centro de Referência de Assistência Social (Cras) III, localizado no Jardim Coopagro; Creas I e Cras V. “Nós também criamos o Cras VI itinerante com o objetivo de atender as demandas do interior”.

O prefeito ainda agradeceu as técnicas e todos os profissionais pelo apoio e o comprometimento com a gestão. “Eu administrei Toledo como um servidor público. Me coloquei como os demais servidores e sempre mantive a minha porta aberta. Tenho orgulho de todos os funcionários”, comentou ao citar as ações realizadas em prol do servidor, como o pagamento dos atrasos e dos direitos, a criação do Piso Mínimo Municipal, entre outras ações. Saímos felizes desta gestão e, com a certeza, que mantivemos um trabalho sério”.

DEMANDA

O Serviço de Proteção e Atendimento Especializado a Famílias e Indivíduos (Paefi), o Serviço Especializado em Abordagem Social, o Serviço de Proteção Social Especial para Pessoas com Deficiência, Idosos e suas Famílias e Serviço de Proteção Social a Adolescentes em Cumprimento de Medida Socioeducativa de Liberdade Assistida (LA) e de Prestação de Serviços à Comunidade (PSC) estão entre os serviços disponibilizados pelo Creas II. O órgão atende as demandas de 28 bairros (Becker, La Salle, Santa Maria, Tocantins, Industrial, Gisela, Fachini, Coopagro, Planalto, Pancera, Basso, Anápolis, Santa Clara I, Pasquali, Filadélfia, Panorama, São Francisco, Cerâmica Prata, Bressan, Parizotto, Belo Horizonte, Croma, Santa Clara II, Jardim das Torres, Cezar Park, Vila Rural, Centro e Porto Alegre e oito comunidades rurais (Concórdia do Oeste, Dez de Maio, Dois Irmãos, Ipiranga, Vila Nova, Novo Sobradinho, Vila São Miguel e Novo Sarandi).

Da Redação

TOLEDO