Novembro Azul: Parceria entre Secretaria de Saúde e entidades proporciona mais de 100 atendimentos

Aproximadamente 50 motoristas participaram, no sábado (27), de uma ação do Novembro Azul. Promovido pela Secretaria de Saúde de Toledo (SMS), o trabalho aconteceu na sede do Serviço Social do Transporte e Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (Sest/Senat), no Jardim Panorama. Os caminhoneiros receberam orientações sobre saúde preventiva e realizaram procedimentos como consultas médicas, testes rápidos de doenças sexualmente transmissíveis (DST’s), aferição de sinais vitais e atendimento com nutricionista.

Ao todo, aconteceram 86 testes rápidos para HIV, sífilis, hepatite B e hepatite C, além de 22 consultas médicas. O trabalho foi efetuado por uma equipe da Unidade Básica de Saúde do Jardim Panorama. Sete profissionais, sendo um médico, um enfermeiro, duas técnicas de enfermagem, um assistente administrativo e dois agentes comunitários de saúde auxiliaram nos atendimentos, além de uma nutricionista da Secretaria de Saúde. “Foi um trabalho para destacar a importância desta categoria e os cuidados para ter uma vida mais saudável”, disse a diretora de Atenção Primária em Saúde, Sirlene Dela Torre. 

Os participantes também tiveram uma palestra sobre o câncer de próstata, o segundo mais comum entre os homens, atrás apenas do câncer de pele não-melanoma. A orientação foi realizada pelos acadêmicos de medicina da Universidade Federal do Paraná (UFPR), campus Toledo.  

Parcerias – Além da Secretaria de Saúde e do Sest/Senat, a Brasil Foods S/A (BRF), o Núcleo das Transportadoras de Toledo (NTT) e o Sindicato das Empresas de Transporte de Carga de Toledo (Sintratol) foram parceiros da iniciativa. “Apesar de já termos mulheres inseridas, o setor de transporte, em especial na sua operacionalidade, é um universo bastante masculino. E o homem culturalmente não é muito cuidadoso com sua saúde e a prevenção”, explica o coordenador do NTT da Associação Comercial e Empresarial de Toledo (ACIT), Celso Rosa Junior.

Junior reforça a relevância de conscientizar este público masculino. “Hoje o transporte, os motoristas sem si, precisam ser conscientizados. É necessário romper esse paradigma de que homem não se cuida, de que não participa de palestras. As doenças estão aí e temos buscado, de forma conjunta com outros parceiros, mudar essa realidade”. A fala foi reforçada pelo gestor operacional do Sest/Senat em Toledo, Euclides Antônio Heiss. “Há uma necessidade cada dia maior. O resultado de um tratamento preventivo é sempre melhor do que o curativo”.

A importância em realizar o trabalho junto aos caminhoneiros é justificada pelo papel desses profissionais para a produção. De acordo com o setor de transporte da BRF, uma das parceiras no evento, os motoristas são peças chave para a manutenção da cadeia, passando pelo transporte de insumos, matéria prima e também dos produtos industrializados para o mercado. São mais de mil profissionais envolvidos apenas na BRF. “Acredito que esta aproximação entre os parceiros desta ação vai trazer bons frutos para o setor e a comunidade”, disse a representante da BRF, Alexandra Araújo.

Da Prefeitura de Toledo-PR