Olinda Fiorentin pede criação de Banco do Alimentos em Toledo

Através de uma indicação 620/2021 com o anteprojeto de lei, a vereadora Olinda Fiorentin (PSD) sugeriu ao Poder Executivo a criação do Programa Banco de Alimentos no município de Toledo. A intenção do Banco é combater o desperdício de alimentos e promover sua distribuição para entidades sociais e famílias com baixa renda.

De acordo com a vereadora, a fome e o desperdício de alimentos é inadmissível em uma sociedade que ainda mantém muitas desigualdades. No mundo, um terço de tudo o que é produzido é descartado, segundo a Organização das Nações Unidas (ONU). No Brasil, cada pessoa desperdiça cerca de meio quilo de comida por dia, segundo a ONG Banco de Alimentos.

Olinda lembra que a região Oeste e em especial a cidade de Toledo é uma das localidades mais produtivas do país, porém mesmo assim existem muitas famílias que ainda possuem dificuldade de acesso a alimentos de qualidade e na quantidade ideal. No ano passado, o Valor Bruto da Produção Agropecuária (VBP) de Toledo atingiu R$ 2,689 bilhões, provando a alta performance na produção de alimentos.

“Recentemente foi aprovado nesta Casa de Leis o PL 51/2021 que Autoriza a concessão de Auxílio Emergencial Pecuniário às famílias de baixa renda afetadas economicamente pela pandemia do coronavírus no âmbito de Toledo, provando que iniciativas de segurança alimentar em tempos de crise são importantes e necessárias”, lembra a vereadora.

REDE DE REAPROVEITAMENTO – O Projeto Banco de Alimentos tem abrangência em todo o Território Nacional, sendo considerados beneficiários do Projeto, os Municípios com população acima de 100.000 habitantes, o que faz de Toledo uma cidade em potencial para o desenvolvimento do Banco.

Olinda lembra que a indicação com anteprojeto é mais completa e leva o projeto pronto para que seja acolhido e executado se essa for a decisão do Poder Executivo. “Peço sensibilidade ao Prefeito para que com sua equipe observe todos os benefícios que o Banco de Alimentos pode trazer para a nossa cidade, entidades e em especial aos cidadãos. Tenho absoluta convicção que temos às condições necessárias para que esse programa de reaproveitamento funcione perfeitamente”, finaliza a vereadora Olinda Fiorentin.

TOLEDO