Operação Sem Fronteiras combate tráfico de drogas e crime organizado

Suspeitos de serem integrantes de uma organização criminosa e envolvimento com o tráfico de drogas foram detidos na manhã de quarta-feira (7). A Operação Sem Fronteiras foi realizada pela Polícia Civil e contou com o apoio do Grupamento de Operações Aéreas (GOAPCPR) e a Policia Militar (Rotam) de Toledo.

A ação teve como objetivo identificar uma organização criminosa que vinha agindo para o tráfico de drogas e crimes contra o patrimônio. Segundo o delegado da 20ª Subdivisão Policial (SDP) de Toledo, Antônio Donizete Botelho, as investigações tiveram duração de aproximadamente um ano. A fase inicial foi desencadeada em maio do ano passado quando foram cumpridos diversos mandados de buscas e apreensão no município.

“Os desdobramentos ocorreram em 2019/2020 seguindo com os novos mandados de prisões preventiva e temporária realizados na manhã de quarta-feira (7). Para o cumprimento desses mandatos contamos com o apoio da PM”, destaca o delegado.

DETENÇÃO – As investigações resultaram na decretação de cinco mandados de prisão preventivas, quatro mandados de prisão temporária pela 1ª Vara Criminal de Toledo e nove mandados de busca e apreensão. Eles foram cumpridos nos jardins Coopagro, Gisela, Europa e Santa Clara.

Foram presas sete pessoas, sendo três mulheres e quatro homens. O grupo é investigado pela prática de crimes previstos na Lei de Drogas e Organização Criminosa. Além disso, foram apreendidos R$ 10 mil em espécie, aparelhos de celular, uma balança, entorpecentes em pequenas quantidades (cocaína e maconha) e um veículo Honda/Civic.

COMBATER A CRIMINALIDADE – Conforme o delegado, a operação teve o objetivo de trazer tranquilidade para sociedade ao combater o tráfico à organização criminosa. Ele também declarou que as pessoas detidas já foram e estavam sendo investigadas.

O comandante do 19º Batalhão de Polícia Militar, tenente-coronel, José Osmar Novach, destacou que ação é fruto do brilhante trabalho investigativo desenvolvido pela Polícia Civil. Ele reforçou que esse tipo de operação traz bons frutos para a segurança pública.

“Nossa preocupação é com a vida e com a integridade física de cada cidadão. Essa operação ajuda a amenizar a situação de tráfico e isso reflexo no número de homicídios”, salientou ao reforçar que os índices são preocupantes e exige dedicação do setor de segurança pública no combate a criminalidade.

Da Redação*

*Com informações da Assessoria

TOLEDO