Pandemia suspende campanha solidária de Natal em Toledo

O Natal se aproxima e sempre neste período iniciaria uma das campanhas de solidariedade mais queridas do Brasil: o Papai Noel dos Correios. No entanto, em razão da pandemia do novo coronavírus (Covid-19) e a incidência muita alta de casos, a Unidade de Toledo optou por não realizar a campanha no município.

O gerente da agência de Correios de Toledo Valdemir Burin Gomes explica que a princípio algumas adaptações para assegurar a realização da Campanha, com segurança, seriam realizadas. Gomes cita como exemplo o recebimento das cartinhas – que ocorrerá, prioritariamente, de forma virtual – e na adoção dos pedidos das crianças que seria 100% on-line.

No entanto, ele argumenta que a entrega seria presencial e mesmo adotando os cuidados, a gerência optou por não promover a ação em Toledo. “Infelizmente, neste ano, optou-se por não realizar a atividade no município como uma forma de precaução”.

CAMPANHA – A campanha se consolidou ao longo dos anos e é considerada como uma das maiores ações natalinas e uma das principais atividades de responsabilidade social dos Correios no Brasil.

O objetivo principal da ação sempre foi responder às cartas das crianças que escrevem ao bom velhinho e, sempre que possível, atender aos pedidos de presentes daquelas que se encontram em situação de vulnerabilidade social.

A campanha contempla, além das cartas das crianças da sociedade que escrevem diretamente ao Papai Noel, também aquelas de estudantes das escolas da rede pública (até o 5º ano do Ensino Fundamental) e de instituições parceiras, como creches, abrigos, orfanatos e núcleos socioeducativos.

Da assessoria