‘Parque Industrial Citadin é lançado com entrega de decreto de denominação

A história do desenvolvimento de Toledo teve mais um importante capítulo escrita na segunda-feira (21). O prefeito Lucio de Marchi recebeu em seu gabinete o empresário Heitor Citadin para lhe entregar uma cópia do Decreto nº 882/2020, que denomina como Parque Industrial Citadin a área que abrange 11 lotes adquiridos pelo município no Loteamento Santo Ângelo, empreendimento de propriedade da família do convidado localizado na região da Grande Coopagro.

A entrega do documento marca também o lançamento oficial do parque industrial, o qual se encontra formalizado na Lei Ordinária “R” nº 71/2020. A matéria, aprovada pelo Legislativo, “procede à desafetação e autoriza a alienação de bens imóveis integrantes do patrimônio público municipal, situados no Parque Industrial ‘Citadin’, nesta cidade, visando à implementação de políticas de incentivo à industrialização”.

Ao todo, as áreas adquiridas pelo município têm 11.147,65 metros quadrados, uma média de 1.013,42 metros quadrados por lote. Por estarem próximos da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Norte, somente empresas não poluentes poderão se instalar no local. “Este entendimento é fruto de um acordo com Ministério Público, Sanepar e Instituto Terra e Água e consta no artigo 2º do decreto, o qual diz que somente atividades que se enquadrem como ‘uso industrial 1’, segundo legislação do zoneamento e ocupação do solo urbano do município, poderão ser realizadas no local com prévia aprovação do Comurb [Conselho Municipal de Urbanismo]”, explica o secretário de Planejamento Estratégico, Norisvaldo Pentado de Souza.

Com o novo parque industrial instituído, a Secretaria de Desenvolvimento Econômico ficará responsável pela atração e acompanhamento de empresas que se interessarem pela instalação no Citadin. A venda, limitada a um imóvel por pessoa jurídica, será precedida de licitação e feita, nos parâmetros estabelecidos na Lei “R” nº 38/2014,  com subsídios do município que variam entre 20% e 50% sobre o valor de alienação dos imóveis, os quais poderão ser comercializados com desconto de 10% para o pagamento à vista ou em até 48 parcelas mensais com carência de 90 dias para o pagamento da primeira prestação. “Com o Citadin, Toledo fortalece o setor secundário, que é o que mais agrega valor às muitas riquezas produzidas em nossa terra. Dessa forma, nosso município consolida ainda mais sua condição de referência industrial em nossa região e no Paraná”, analisa o secretário de Desenvolvimento Econômico, Alcídio Roque Pastório.  

TOLEDO