Prati-Donaduzzi oferece capacitação de forma remota para colaboradores com deficiências

Mudanças na rotina das pessoas foram exigidas diante da pandemia imposta pela COVID-19. A tecnologia tem sido uma alternativa para diminuir distâncias e superar limitações. Quando se trata do mercado de trabalho, as adaptações foram ainda maiores e as Pessoas com Deficiência (PCDs) do Grupo Prati-Donaduzzi evidenciam que a adversidade é o momento para novos aprendizados.

Por meio do projeto Prati Incluir, desenvolvido pela área de Responsabilidade Social, estão sendo realizados encontros virtuais voltados para os PCDs. O momento se torna uma ligação com aqueles que estão trabalhando normalmente e também com aqueles que, por ação preventiva de saúde diante da pandemia, foram afastados do trabalho. A medida foi a forma encontrada para conseguir prestar o suporte a estes colaboradores, que antes acontecia de forma presencial.

Cada encontro é conduzido por um profissional convidado e busca levar informações e promover a troca de ideias. “O colaborador PCD é capaz de executar atividades que são muito pertinentes aos nossos processos de trabalho e mais do que isso, fazem a diferença nos setores que atuam. As capacitações vêm ao encontro de deixá-los ainda mais preparados e amparados para os afazeres diários e também busca uma aproximação nesse momento de muitas incertezas que vivemos”, comenta a supervisora de Responsabilidade Social da empresa, Maria Rita Pozzebon.

Colaborador da Prati-Donaduzzi há nove anos, Diego Querubim, é participante assíduo dos encontros. “Adoro acompanhar as capacitações e sempre aprendo sobre assuntos novos. Além disso, tenho orgulho de trabalhar na empresa, realizo meu trabalho com propósito”, conta.

 

ACOLHIMENTO – Todo o acompanhamento da empresa às pessoas com deficiência acontece pelo projeto Prati Incluir, que tem como objetivo permitir a inclusão e oportunizar o trabalho e o desenvolvimento pessoal e profissional. A iniciativa presta auxílio aos colaboradores e aos gestores contribuindo de forma orientativa e participativa em situações relacionadas às atividades desenvolvidas na indústria ou relações pessoais, com uma visão humanizada, sempre buscando o engajamento das pessoas com a missão da empresa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *