Redução nas tarifas de transporte urbano passa a valer a partir de hoje

A partir de hoje (1º), começa a valer a redução das tarifas do transporte urbano coletivo e a disponibilidade de linhas nas comunidades do interior. A medida faz parte do Programa “Toledo+Mobilidade”, implantado através da Lei nº 47/2021 que institui ações em parceria com a Viação Sorriso de Toledo, entre elas o Passe Social. A legislação foi sancionada pelo prefeito Beto Lunitti na última segunda-feira (28) e publicada no Diário Oficial ontem (30).

Com a nova legislação, o valor da passagem passará de R$ 4,30 para R$ 3,90, atendendo no primeiro momento os trabalhadores. Os usuários com direito a meia passagem como estudantes e professores passarão a pagar R$ 1,95. Para as linhas no interior o valor foi definido em R$ 5,00. A decisão ainda possibilita ao usuário tanto do interior quanto da sede a fazer a integração entre as linhas sem o custo de uma nova passagem.

Os novos valores também foram aprovados pelo Conselho Municipal de Trânsito de Toledo (CMTT) em uma reunião na tarde de ontem (30), na sede da Secretaria de Segurança e Trânsito.

“É uma medida que vai ajudar o empresário que paga o vale transporte para os seus funcionários, porque ele terá uma redução nessa despesa e para o trabalhador que poderá economizar e utilizar esse recurso em outras aquisições no comércio local”, destaca o secretário de Segurança e Trânsito Arthur Rodrigues de Almeida.

BENEFÍCIO – O Município vai investir R$ 500 mil por mês com o Programa “Toledo+Mobilidade”. A partir de agosto serão disponibilizados seis mil passes livres para a cidade de Toledo. Serão contempladas as pessoas em tratamento de saúde, atletas e inseridas em algum programa social.

Para o representante da Sorriso de Toledo Daniel Kopicz os impactos do Programa são positivos. “Ele vai trazer um aporte de recursos para o sistema e fazer um equilíbrio econômico operacional. O Passe Livre vai beneficiar um grupo de pessoas que necessita do transporte e que antes não tinha uma cobertura”.

Para atender as comunidades do interior serão disponibilizadas linhas entre os distritos e a sede para que as pessoas possam ter mais mobilidade. O usuário poderá fazer a integração com qualquer linha urbana, a partir do Terminal Urbano Luiz Grando, sem precisar pagar por uma nova passagem. As comunidades atendidas serão: Novo Sarandi, Vila Nova, Novo Sobradinho, Ouro Preto, Boa Vista, Bom Princípio, Gramado e São Luiz do Oeste.

“Para essa demanda a empresa fez um remanejamento da frota dentro do grupo sem necessidade de investir em novos veículos”, conclui Kopicz.

Da Redação

TOLEDO