Regional de Saúde de Toledo registra o dobro de mortes por Covid-19 na última SE

O número de óbitos na 20ª Regional de Saúde de Toledo dobrou na Semana Epidemiológica (SE) 03 (17 a 23 de janeiro) em relação à semana anterior 02 (10 a 16 de janeiro). Os indicadores mostram que a Regional passou de oito mortes em decorrência de complicação da Covid-19 e saltou para 16.

De acordo com o diretor da Regional Alberi Locatelli, existe uma redução na média móvel de confirmados, mas os óbitos ainda geram preocupações. “Em sua maioria, eles acometem pessoas com idade superior a 60 anos”.

Até a última terça-feira (26), a 20ª Regional de Saúde de Toledo já havia confirmado 278 óbitos em decorrência de complicações dessa doença. Esse coeficiente é considerado maior que o estado do Paraná. Por sua vez, ao considerar a mortalidade a cada 100 mil habitantes, o coeficiente da Regional é de 69,2%; a média é considerada menor que a do Paraná.

Com relação a letalidade da Regional, Alberi informa que a taxa estava em 1,16% até a última terça-feira. “É possível observar que oito municípios estão abaixo dessa média. São eles: Nova Santa Rosa (0,00%); Entre Rios do Oeste (0,58%); Mercedes (0,78%); São Pedro do Iguaçu (0,81%); Quatro Pontes (0,94%); Toledo (0,99%), Guaíra (1,01%) e Pato Bragado (1,05%)”. O município de Nova Santa Rosa registrou o seu primeiro óbito um dia após a análise dos dados – quarta-feira (27).

O município de Toledo já confirmou 117 mortes em decorrência de complicações ocasionadas pela Covid-19, de acordo com os dados divulgados até a última terça-feira (26). Esse coeficiente é maior em relação aos números do Paraná. Com relação a incidência/100 mil habitantes, os índices apontam 8.273 e a taxa de mortalidade/100 mil habitantes totalizava 82,0; o dado é considerado menor em comparação ao Estado.

Se oito municípios que compõem a Regional de Saúde de Toledo apresentam a taxa de letalidade menor da 20ª, dez cidades estão acima. Sendo as maiores taxas registradas em São José das Palmeiras (3,31%); Ouro Verde do Oeste (3,05%); Diamante do Oeste (2,16%); Maripá (2,01%); Tupãssi (1,54%); Assis Chateaubriand (1,40%); Santa Helena (1,38%); Marechal Cândido Rondon (1,30%); Terra Roxa (1,25%) e Palotina (1,23%).

Até a última terça-feira, São José das Palmeiras – município com maior taxa de letalidade da Regional – havia confirmado 151 casos e 139 recuperações. Sendo que cinco pessoas perderam a vida em decorrência do novo coronavírus. A incidência/100 mil habitantes estava em 4.163 e a taxa de mortalidade/100 mil habitantes chegou a 137,9.

CASOS – A 20ª Regional de Saúde (RS) de Toledo possuía 24.029 casos de Covid-19 confirmados até a última terça-feira (26). Deste total 22.058 pacientes estão recuperados e 714 casos estão em investigação.

Com relação à média móvel de casos, o diretor da Regional de Saúde explica que equipe observou um movimento semelhante ao panorama do Estado do Paraná. “No entanto, a queda na Regional foi menor que a do Estado. Além disso, é preciso considerar que esses são dados preliminares, uma vez que ainda há exames aguardando resultados nesse período, o que pode acrescentar mais casos positivos”.

Quanto a análise da última Semana Epidemiológica 03 (17 a 23 de janeiro), Locatelli esclarece que os municípios – no panorama geral – apresentaram redução ou estabilidade em sua maioria em comparação com o período anterior SE 02 (10 a 16 de janeiro).

Na última SE – segundo data de notificação – a Regional de Saúde confirmou 917 casos. Na SE 02, foram 1.289 casos positivos. Na Semana Epidemiológica 03, o município com maior número de casos confirmados foi Toledo e chegou a 420. Na SE 2 (10 a 16 de janeiro), o Município havia registrado 516 casos. Por sua vez, a cidade com menor registros de casos positivos foi Entre Rios do Oeste com três na SE 03.

No entanto, Locatelli enfatiza que a explicação será semelhante ao da média móvel: “existe a diminuição, porém são dados preliminares e muitos municípios aguardam os resultados de exames referente a semana passada e, por consequência, pode acrescentar novos casos positivos”, salienta o diretor ao complementar que os 18 municípios possuíam casos ativos na última Semana Epidemiológica.

Da Redação

TOLEDO