Santa Rita de Cássia: benção das rosas acontece em cinco celebrações

Para atender o maior número de fiéis sem que ocorram aglomerações, as solenidades a Santa Rita de Cássia acontecem de maneira diferenciada com a realização de cinco missas. O tríduo encerra nesta sexta-feira (21) às 18h30. Contudo, no sábado (22) as celebrações acontecem às 7h20, 9h30, 15 horas, 17 horas e 19 horas.

“Para participar é preciso retirar a senha no Seminário Santa Rita, pois as vagas são limitadas. Cada celebração pode ter no máximo 250 pessoas, de acordo com a capacidade e limitação do salão”, explica a presidente da Associação Santa Rita de Cássia, Elena Maria Piva Marin.

Elena comenta que os sacerdotes optaram em realizar mais celebrações para que maior público pudesse participar, visto as necessidades de atender o limite de pessoas dentro dos espaços. “Antes, quando eram realizadas duas missas sempre tinha muita gente. Neste ano, isso não é possível, por isso, esse número aumentado de celebrações”.

Em 2020 a solenidade ocorreu, mas sem a participação de público e foi transmitida pelas redes sociais da Associação Santa Rita de Cássia – Toledo Pr. “Neste ano, novamente teremos as missas, mas fica o alerta para que os fiéis retirem a senha e levem suas rosas, pois não iremos comercializar rosas no local”, destaca Elena.

CAMPANHA ENXOVAL SOLIDÁRIO – As pessoas que forem para o seminário no dia da benção das rosas e a comunidade em geral estão convidadas para contribuírem com as doações da campanha do Enxoval Solidário. Esses donativos ajudam as mães carentes a atenderem seus filhos.

No sábado (22), aos pés de Santa Rita de Cássia haverá uma caixa para que os cristãos interessados possam doar pacotes de fraldas RN ou P, roupas de bebê, ou em dinheiro. Todos os donativos são recolhidos pela Associação e encaminhados às famílias carentes.

“Santa Rita também viveu momentos de tragédias em sua vida e se refugiou na oração. Vivemos um período de ajudar o próximo, quem pode ajudar que assim faça. Santa Rita é a santa das causas impossíveis e do perdão, que possamos seguir seu exemplo de bondade”, reforça Elena ao mencionar que Santa Rita deixou um legado de fé e esperança como modelo de humildade e bondade.

Da Redação

TOLEDO