Saúde alerta sobre novos casos da Covid-19

A pandemia do novo coronavírus (Sars-Cov-2), em Toledo, ainda está sob controle, mas um dado acendeu o alerta entre as autoridades sanitárias municipais. Desde a última quinta-feira (5), a média móvel diária de novos casos de Covid-19 está maior que a quantidade de recuperados, revertendo uma tendência de queda que vinha sendo registrada desde 19 de setembro.
Esta mudança de cenário se dá justamente quando o crescimento na quantidade de óbitos causados pela doença no Paraná está vigoroso. De acordo com o consórcio de veículos da imprensa, a média móvel diária registrada na quarta-feira (11) estava 131% maior que a de 14 dias antes – no Brasil.
Toledo, até o momento, não colabora para com este acréscimo, pois segue com uma média semanal de um óbito por Covid-19 desde a segunda quinzena de outubro. Contudo, o indicativo de que o novo coronavírus começa a ganhar força está na análise da matriz de risco que se manteve no Alerta Amarelo, mas a um ponto de entrar no Alerta Laranja, o que implicaria em recomendações no sentido de restringir a circulação de pessoas em espaços públicos e o funcionamento de empresas de atividades consideradas não essenciais.
Os dados, divulgados na reunião da última terça-feira (10), levam em conta seis critérios estabelecidos Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) e pelo Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems). São eles: taxa de ocupação de leitos de unidade de terapia intensiva (UTI) para adultos por síndrome respiratória aguda grave (SRAG), taxa de ocupação de leitos de enfermaria adulto por SRAG, previsão de esgotamento de leitos de UTI, variação do número de óbitos por SRAG nos últimos 14 dias, variação no número de casos de SRAG nos últimos 14 dias e taxa de positividade para Covid-19.

PREVENÇÃO – A secretária de Saúde, Denise Liell, reforça a necessidade de a população manter-se engajada na prevenção ao Sars-Cov-2. “O distanciamento social ainda continua valendo: fique em casa sempre que possível, saia de casa só se for preciso e usando máscara do jeito certo. Não participe ou não forme aglomerações e higienize as mãos várias vezes ao dia. Toledo conseguiu vários avanços nesta batalha contra a Covid-19, mas, para não retrocedermos, é necessário manter todos os cuidados e impedir o retorno de uma situação que sobrecarregou nosso sistema de saúde”, alerta.
Denise observa que pacientes com sintomas de síndrome gripal (febre, dor de garganta, tosse e falta de ar, por exemplo) ou perda de olfato e/ou paladar, características típicas de quem está com Covid-19, devem recorrer o mais rapidamente possível ao atendimento médico, agora concentrado nos prontos atendimentos de Toledo: crianças de até 12 anos devem ser levadas à UPA e pessoas acima desta idade precisam procurar o PAM. “O novo coronavírus é um inimigo traiçoeiro e quanto antes iniciar o tratamento menores serão as chances do paciente precisar ser internado ou vir a óbito”, pontua.

DADOS – Nesta quinta-feira (12), a Secretaria de Saúde confirmou 37 novos casos da Covid-19, em Toledo. Destes, 29 deles foram identificados no Sistema Único de Saúde (SUS), com 28 casos através de RT-PCR, sendo 16 femininos e 12 masculinos e um através de Teste Rápido (feminino).
No setor de Saúde Privada e Suplementar, foram confirmados oito novos casos, com três deles através de RT-PCR (dois femininos e um masculino) e cinco casos através de Testes Rápidos (um feminino e quatro masculinos). Quanto aos internados pela Covid-19, na quinta-feira (12), um total de 15 moradores de Toledo internados em hospitais da região, sendo sete em leitos de enfermaria e oito em leitos de UTI.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *