Sebrae/PR investe em capacitação de empreendedores do Biopark

Desenvolver as empresas locais, capacitar empreendedores, fomentar o desenvolvimento regional e incentivar a inovação e o empreendedorismo. É com essas premissas que, desde 2020, Sebrae/PR e Biopark realizam uma série de ações conjuntas para capacitar e oferecer diferentes tipos de consultorias para as empresas residentes do Parque Tecnológico localizado em Toledo.

Para ampliar o projeto, o Sebrae/PR vai injetar mais de R$700 mil em recursos financeiros e econômicos para serem distribuídos em várias ações que serão ofertadas para um número maior de empresas residentes e instaladas no Biopark, envolvendo, também, as que estão em fase de ideação.

“Os valores institucionais do Biopark e do Sebrae/PR são compatíveis. Queremos ofertar conhecimento aos empreendedores que estão envolvidos no projeto, atendendo de forma especial aquelas que fazem parte de um ambiente interligado com a inovação e estão dispostos a crescer”, indica o consultor do Sebrae/PR Alan Debus.

Para isso, o cronograma foi inspirado em games e faz com que as empresas participantes “liberem” credenciais para novos cursos e capacitações, considerando a evolução e conclusão das programações anteriores. As etapas iniciais são divididas de acordo com o momento em que a empresa se encontra (ideação, incubação e residente). Na fase mais avançada, para o desenvolvimento de empreendedores e empresas residentes, a jornada é dividida em nove níveis, passando desde o diagnóstico de perfil empreendedor com o I-Code, do Sebrae/PR, até o diagnóstico com acompanhamento com Agentes Locais de Inovação.

Segundo o diretor institucional do Biopark Victor Donaduzzi, essa jornada vai ajudar as empresas participantes e próprio ecossistema empreendedor da região oeste paranaense, oportunizando a capacitação e o desenvolvimento do empreendedorismo.

“Isso é do nosso DNA: entendemos a importância de investir no desenvolvimento das pessoas, tanto colaboradores quanto parceiros e isso só é possível por meio do estudo e do incentivo à educação. Com essa parceria, esperamos ampliar o faturamento das empresas, que é um dos medidores de sucesso, mas, principalmente, fomentar um crescimento sistêmico”, destaca Victor.

Hoje, o Biopark conta com 126 empresas instaladas, sendo 104 nacionais e 22 internacionais. Até o fim de 2021, a expectativa é chegar ao marco de 200 empresas. O Parque Tecnológico tem mais 5 milhões de m² que contemplam setores organizados que permitem o desenvolvimento de áreas residenciais, comerciais e industriais. Além disso, é considerado um ecossistema de negócios e conta com um Polo Educacional com quatro universidades de alto padrão, três federais (UFPR, UTFPR e IFPR); Centro de Pesquisas com dezenas de laboratórios já em funcionamento e área para investimentos imobiliários. Para saber mais sobre como investir ou fazer parte do Biopark, basta entrar em contato.

TOLEDO