Sede provisória da Biblioteca Pública Municipal tem endereço definido

Foi assinado na tarde desta quarta-feira (12) o contrato de locação do imóvel que sediará, pelo prazo de 12 meses, a Biblioteca Pública Municipal. Com 775,60 metros quadrados de área construída, o prédio que abrigará temporariamente um dos espaços culturais mais importantes de Toledo está localizado na Avenida Parigot de Souza, 2946, a uma quadra do Parque Ecológico Diva Paim Barth.

Em ato que contou com a presença do vice-prefeito Ademar Dorfschmidt, o documento recebeu as assinaturas do prefeito Beto Lunitti e da secretária da Cultura, Rosselane Giordani. Na tarde anterior, Beto e Rosselane, na companhia do bibliotecário Hamã Cândido, visitaram a sede permanente da biblioteca e vistoriaram o espaço que está sendo organizado para a realização da mudança desde novembro do ano passado, ocasião em que os empréstimos de livros deixaram de ser realizados. Centenas de caixas que guardam o amplo acervo da principal biblioteca da cidade, com cerca de 62 mil volumes – 42 mil acessíveis à população e 20 mil em reserva técnica – já estão preparadas para a mudança, a qual está prevista para acontecer em fevereiro, após a conclusão da licitação (em andamento) para o transporte deste material. 

Enquanto a biblioteca estiver funcionando na sede provisória, a original, localizada no Centro Cultural Oscar Silva, estará passando por uma ampla revitalização, incluída a reforma do banheiro público. O projeto, com área total de 1.419,32 metros quadrados, será executado pela empresa que oferecer o menor preço em processo licitatório que está em andamento e cujo valor máximo é de R$ 1.741.631,18. 

Rosselane pontua que a reforma da Biblioteca Pública Municipal ocorre em momento oportuno, pois o prédio foi construído na década de 1970 e a última adequação ocorreu em 2002. “Em 2019 o Corpo de Bombeiros liberou o alvará de funcionamento do espaço desde que o pavimento superior fosse interditado, pois este apresenta problemas na estrutura. Com essa revitalização, será possível disponibilizar um equipamento público mais seguro, moderno e confortável para usuários e servidores, com acessibilidade, auditório, salas para estudo e de reserva técnica”, salienta. “Outro ponto em que a população será beneficiada com esta obra diz respeito aos equipamentos do antigo cinema que funcionava neste endereço. Com a reforma, eles poderão ser retirados e levados ao Museu Willy Barth”, acrescenta.

Alternativas

Como o novo endereço da Biblioteca Pública Municipal precisa de alguns ajustes, ainda vai levar algumas semanas para o espaço abrir as portas para o público. Enquanto esse momento não chega, os apaixonados pela leitura não ficarão desamparados.

A secretária pede que a população procure e, caso queira levar livros para casa, faça sua carteirinha na Estação da Leitura, dentro do Terminal Urbano, e/ou na extensão da Vila Pioneiro, anexa ao Centro Cultural Ondy Hélio Niederauer – ao todo, estes espaços contam com cerca de 20 mil exemplares à disposição. “Por todo este tempo em que a unidade do Centro parou de fazer empréstimos e nos últimos dias ficou fechada, ambos os espaços funcionaram e continuarão funcionando normalmente. Portanto, todo o nosso planejamento em relação a este momento de transição, está sendo seguido à risca e nossos leitores não estão desassistidos”, destaca.

Da Prefeitura de Toledo-PR