Segurança: trânsito fez 19 vítimas fatais no primeiro semestre em Toledo

Dirigir é uma ação que requer muito cuidado e responsabilidade, afinal, os acidentes de trânsito podem trazer consequências tristes. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), o Brasil ocupa a quarta posição no ranking mundial de mortes por acidentes no trânsito, de acordo com estudo de 2019. Os acidentes de trânsito também sobrecarregam o sistema de saúde e podem deixar sequelas para toda a vida.

Todos os dias, ao menos uma ocorrência de trânsito é atendida em Toledo. De acordo com dados do Corpo de Bombeiros, no 1º semestre de 2021 foram atendidas no município 684 ocorrências de acidente de trânsito com 741 vítimas e 19 óbitos constatados no local do acidente. No mesmo período de 2020 foram atendidas 646 ocorrências de acidente de trânsito com 758 vítimas, e 12 óbitos constatados no local. A maioria das vítimas com idades entre 20 e 24 anos – 176 vítimas em 2020 e 163 em 2021.

“Entre os acidentes de trânsito registrados em 2021, as ruas e avenidas com maior número de ocorrências foram as avenidas Maripá (57), Ministro Cirne Lima (40) e Parigot de Souza (30)”, comenta o 2º tenente Eduardo Ortiz Novinski.

De acordo com o capitão do 19º Batalhão da Polícia Militar (BPM), Jimmy Cajuhy Carlesso, grande parte dos acidentes são causados por imprudência dos motoristas e embriaguez. “Os acidentes causados por embriaguez ao volante costumam ser os mais graves, porque envolvem uma velocidade mais alta e com maior quantidade de vítimas. A embriaguez ao volante é uma preocupação muito grande na nossa cidade”.

Para coibir esse tipo de comportamento e outras infrações, Cajuhy conta que a Polícia Militar realiza constantemente fiscalização de trânsito. “A Polícia Militar realiza bloqueios e as blitz de trânsito para coibir excessos e o cometimento de infrações, realizando a responsabilização daqueles que têm cometido infração, com o teste do etilômetro. Com frequência realizamos as notificações dessa infrações e as prisões por esse motivo”.

AÇÕES – Para reduzir o número de acidentes de trânsito e, consequentemente, de vítimas, as atividades da Semana Nacional do Trânsito mobilizam a sociedade sobre um trânsito mais seguro para todos por meio de ações de conscientização voltadas para educação, engenharia e fiscalização de trânsito.

Muitas atividades já foram desenvolvidas em Toledo, no sentido de melhorar a fluidez nas vias da cidade e nos acesso do interior. O diretor do Departamento de Trânsito e Rodoviário, Edson De Sousa Gomes, comenta que o Município realizou neste ano mais de R$ 2 milhões em sinalização vertical e horizontal, com sinalização de todo o Jardim Europa e Jardim América, além de troca de todas as placas nos cruzamentos e repintura de todos os cruzamentos e principais vias.

Também foi renovada a sinalização do bairro La Salle e Jardim Santa Maria, com implantação de sentido único de circulação na Rua Zulmir Longhi e Rua das Palmeiras, proibição de estacionamento em um dos lados da Rua Guanabara com a implantação de tachões em toda rua. “Com esse trabalho é possível melhorar a trafegabilidade e proporcionar mais segurança no bairro”.

Na região do Centro, o diretor conta que a nova pintura das vias ampliaram as vagas de estacionamento possibilitando mais espaço para veículos maiores como camionetes.

Souza complementa que o Município também investiu em equipamentos que contribuirão para segurança das vias do município, mantendo o limite de velocidade e garantindo a segurança nos semáforos. Os acessos aos distritos também receberam nova sinalização.

No acesso aos distritos de São Luiz do Oeste, Novo Sobradinho e Vila Nova foi realizada a sinalização horizontal com implantação de tachinhas (olho de gato) e tachões. “Também foi feito o refeita a sinalização vertical (placas), que reforça a segurança nestas principais estradas do município”, cita.

CONSCIENTIZAÇÃO – Além dos investimentos em engenharia, o diretor do Departamento de Trânsito e Rodoviário, Edson De Sousa Gomes, reforça que as pequenas ações de um motorista consciente podem tornar o trânsito um lugar mais seguro.

“Motociclistas devem sempre usar o capacete e óculos/viseira de proteção, nunca avançar o sinal vermelho, ficar atento ao passar pelos cruzamentos, respeitar pedestres e ciclista e o limite de velocidade. Os motoristas também devem respeitar o pedestre e o ciclista, usar sempre o cinto de segurança, não dirigir “colado” na traseira do carro à frente, não usar o celular ao volante, cuidar dos pontos cegos do veículo, não dirigir alcoolizado”, conclui.

Da Redação

TOLEDO